Notícias

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017 - 21h58

Carpegiani: Ganso não tem compromisso tático

Treinador também falou sobre as novas joias do Brasil e o futuro do nosso futebol

Da Redação, com Rádio Bandeirantes | esportes@band.com.br

Para Paulo César Carpegiani, Ganso não conseguiu se adaptar ao futebol europeu por ser descompromissado taticamente. A afirmação foi dada em entrevista para a Rádio Bandeirantes.

“Aqui era incontestável que o Ganso teria que estar na seleção em 2010. Hoje temos Neymar brilhando e Ganso não conseguindo vencer lá fora. Na Europa, primeiro é disposição tática da equipe e participação ativa, coisa que o Ganso não tem”.

O atual técnico do Coritiba disse que problemas nas categorias de base são as causas para jogadores não serem obedientes taticamente. Ele abordou aspectos como valorização e regalias excessivas, além da falta de comprometimento, para embasar a sua tese.

“O jogador brasileiro quer sempre decidir o jogo na parte individual, mas o futebol não é assim. Futebol é organização. O jogador brasileiro é um tanto desleixado com relação à parte tática. Um menino quando vem da base é mimado demais, vem com uma regalia terrível, então não se aprimora a parte tática”.

Para o treinador, os jogadores brasileiros eximem muita técnica, porém falta inteligência tática para nosso futebol se tornar o melhor do mundo.

Campeão mundial como técnico com o Flamengo, Carpegiani ainda contou sobre o tempo que ficou longe dos gramados e o grande carinho que tem com a equipe Coxa Branca.

MAIS
Ex-assessora de Romário quer ser capa de revista

 

* conheça as regras para comentários aqui