Notícias

sábado, 11 de fevereiro de 2017 - 22h43

Bellucci perde para dominicano em Quito

Victor Estrella Burgos voltou a superar o tenista brasileiro ao vencê-lo por 2 sets a 0

Do Estadão Conteúdo | esportes@band.com.br

Thomaz Bellucci amargou neste sábado à noite, no Equador, a sua terceira derrota seguida para o mesmo adversário no Torneio de Quito. Algoz do brasileiro no ATP 250 local realizado em quadras de saibro também em 2015 e 2016, o dominicano Victor Estrella Burgos voltou a superar o tenista paulista ao vencê-lo por 2 sets a 0, com duplo 7/6, nas semifinais da competição.

Atual tenista número 3 do Brasil e 100 do mundo, agora atrás de Thiago Monteiro (85º do ranking) e Rogério Dutra Silva (88º), Bellucci não conseguiu justificar a sua condição de quarto cabeça de chave e acabou sucumbindo ao ser derrotado nos dois tie-breaks do confronto deste sábado, primeiro por 7/4 e depois por 7/3.

No ano passado, Burgos passou pelo brasileiro no jogo que valeu o título em Quito, onde em 2015 eliminou o adversário nas semifinais. Foram os três únicos duelos até hoje com o dominicano, que agora aumentou a condição de carrasco de Bellucci.

Na partida deste sábado, cada tenista conquistou duas quebras de saque no primeiro set e assim eles forçaram a disputa do tie-break, no qual Burgos foi melhor para fazer 7/4. Já na segunda parcial, desta vez com os dois jogadores confirmando todos os seus serviços, o dominicano foi ainda mais superior no novo desempate para fechar o jogo em 7/3.

Para Bellucci, o novo revés é frustrante também porque Burgos, um veterano de 36 anos no circuito profissional, hoje é apenas o 156º colocado da ATP. E com o novo triunfo sobre o seu mais novo freguês, o dominicano se credenciou para enfrentar na decisão deste domingo o italiano Paolo Lorenzi, terceiro cabeça de chave que na outra semifinal deste sábado passou pelo espanhol Albert Ramos, 2º pré-classificado, com parciais de 6/1 e 6/4.

MAIS

Ex-assessora de Romário quer ser capa de revista:

* conheça as regras para comentários aqui