Notícias

Jungle Fight

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017 - 15h53

Cristian critica Carille e Alessandro e quer deixar o Timão

Volante diz que gostaria de ter sido avisado antes de que não estaria nos planos do Corinthians

Da Redação, com Estadão Conteúdo | esportes@band.com.br

Cristian está chateado com o técnico Fábio Carille e com o gerente de futebol do Corinthians, Alessandro Nunes. Segundo o volante, os dois só o avisaram que ele não seria aproveitado no Campeonato Paulista dois dias antes do início do torneio estadual, o que o atrapalhou a procurar outro clube. O jogador sente que sua passagem pelo time está perto de chegar ao fim.

"Se me avisam isso antes, em dezembro, quando já estava todo mundo sabendo da programação, seria mais fácil para todo mundo, não teria esse transtorno todo nem para mim nem para o Corinthians. Acho que as pessoas podiam ter sido mais claras em dezembro, em vez de esperar o campeonato começar para avisar", disse, em entrevista à TV Globo.

As críticas ao treinador e ao dirigente continuaram, com Cristian declarando que a sua história no Corinthians não será maculada.

"Seria mais justo, acho que da parte deles e da minha, você avisa para um funcionário que ele não serve e ele tem tempo adequado para procurar outras coisas. As pessoas podiam ser mais claras, não só o Fábio, mas o Alessandro também. A gente é homem, meu carinho pelo Corinthians nunca vai acabar, o que as pessoas estão tentando ou querem fazer, nunca vai acabar, minha história está lá, seja boa ou ruim, está lá. Não tem como acabar com ela", desabafou.

O volante tem contrato até o dia 31 de dezembro, mas já foi liberado para procurar clubes. Recentemente, o Avaí mostrou interesse, mas algo que dificulta sua saída é o fato de ele ter um salário elevado. O Corinthians, entretanto, está disposto a ajudar no pagamento caso algum interessado aceite pagar uma parte do valor.

"Eu tinha uma vontade grande de continuar, sei que as coisas não dependem só de mim, mas a situação como está hoje... Preciso jogar, independentemente de qual clube", disse, em tom de despedida. "Bobo a gente não é, não estou inscrito no Paulista, o que vai mudar nos outros campeonatos? Teve a Copa do Brasil e não fui usado. Tenho de continuar treinando para quando vier uma oportunidade boa para mim".

Após passassem de destaque pelo clube entre 2008 e 2009, Cristian retornou ao Corinthians no início de 2015, mas não brilhou. Pelo contrário. Sucessivas lesões e opções dos treinadores, seja Tite, Cristóvão Borges, Oswaldo de Oliveira ou Carille, fizeram com que seu retorno fosse bem discreto.

MAIS
Serena, Bouchard e Wozniacki fazem ensaio sensual

 

* conheça as regras para comentários aqui