Notícias

segunda-feira, 23 de outubro de 2017 - 18h57

Berrío rompe tendão do joelho e fica fora por pelo menos 8 meses

Atacante colombiano vai passar por cirurgia nesta terça e só deve voltar aos gramados no meio de 2018

Da Redação, com Estadão Conteúdo | esportes@band.com.br

O médico Márcio Tannure confirmou nesta segunda-feira a péssima notícia sobre a gravidade da lesão do colombiano Orlando Berrío. Em rápido pronunciamento no Ninho do Urubu, o responsável pelo departamento médico do Flamengo revelou que o atacante sofreu uma ruptura no tendão patelar e ficará afastado dos gramados por pelo menos oito meses.

"Vim aqui para passar a situação do Berrío, que teve uma lesão ontem. Hoje, foram realizados os exames que confirmaram o nosso diagnóstico. Ele teve uma ruptura do tendão patelar do joelho esquerdo. É uma lesão cirúrgica. A cirurgia dele está programada para amanhã", explicou Tannure.

A lesão foi devastadora para o jogador, que buscava cada vez mais espaço no Flamengo. Por causa do longo afastamento, Berrío não atuará mais nesta temporada e deverá perder até todo o Campeonato Carioca do ano que vem. A expectativa é de que ele retorne à ação somente no meio de 2018.

"É uma lesão considerada complexa, com mínimo de oito meses para voltar a jogar. Tudo depende da recuperação dele. Cada paciente é um paciente. O prazo médio para retorno não dura menos de oito meses. Em alguns casos, pode levar até mais tempo do que isso", projetou o médico rubro-negro.

Berrío sofreu a lesão na derrota de domingo para o São Paulo, no Pacaembu, aparentemente sozinho, em um lance no qual tentou o arremate para o gol. O jogador deixou o campo chorando muito. Nesta terça, chegou ao Rio em uma cadeira de rodas para a realização de exames.

Se Berrío ficará um longo período afastado dos gramados, o problema de Guerrero é bem menos grave, mas preocupa para o clássico diante do Fluminense. Desfalque contra o São Paulo, o atacante peruano reclamou de dores na coxa esquerda, chegou a treinar nesta segunda, mas voltou a sentir o incômodo e ainda é dúvida para o confronto que acontecerá nesta quarta, no Maracanã pela Copa Sul-Americana.

"Este foi exatamente o motivo de o Paolo não ter jogado ontem. Ele tinha um edema na parte posterior da coxa esquerda. Hoje, iniciou o processo de transição. Nestes dias todos, ficou só na fisioterapia. Aqui, não trabalhamos com prazo. Vai depender de como vai evoluir nestes dias", explicou Márcio Tannure.

Assista também
Neto critica técnico Tite por não convocar Dudu

FOTOS
Veja as imagens do prêmio Fifa The Best

* conheça as regras para comentários aqui