Notícias

sábado, 13 de janeiro de 2018 - 11h53

Fantasma de racha no grupo de jogadores ronda o Paris Saint-Germain

Jornal francês afirma que o mal-estar começou após a contratação de Neymar e Daniel Alves para o elenco

Estadão Conteúdo | noticias@band.com.br

O Paris Saint-Germain lidera com folga o Campeonato Francês, tem em Neymar um jogador que mostra a cada jogo que o investimento em sua contratação valeu a pena e reúne chances reais de sair-se bem no confronto eliminatório contra o Real Madrid, pelas oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa. Ainda assim não tem paz. Ao contrário, está em crise, de acordo com o jornal francês L’Équipe, que garante que o elenco do clube está rachado.

De acordo com matéria publicada na sexta-feira (13) pelo diário, o vestiário do Paris Saint-Germain vive um racha, agravado devido ao atraso na reapresentação do atacante uruguaio Edinson Cavani e o meia argentino Javier Pastore, após a folga de Natal.

O jornal sustenta que o mal-estar entre integrantes do elenco vem desde a contratação do atacante Neymar, que estava no Barcelona, e do lateral-direito Daniel Alves, que veio da Juventus. O clima, no entanto, teria piorado depois de declarações do zagueiro e capitão Thiago Silva sobre a chegada dos companheiros dias depois do previsto.

O defensor brasileiro minimizou o atraso de Cavani e disse acreditar que Pastore estaria tentando deixar o Paris Saint-Germain nesta janela de transferências. O argentino usou as redes sociais para negar a intenção de trocar de clube.

“Nunca falei com o Thiago Silva sobre meu problema ou sobre meu futuro. Nunca coloquei pressão em ninguém. Não é meu estilo. Ele não estava sabendo do problema que eu tive e fez com que me atrasasse. Sempre fui leal. Não é verdade que quero sair do clube. Quero encerrar a minha carreira aqui", garantiu o meio-campista argentino.

O jornal Le Parisien, por sua vez, criticou o técnico espanhol Unai Emery e o diretor-esportivo do Paris Saint-Germain, o português Antero Henrique. Segundo o veículo, a dupla não tem estratégia clara para conseguir minimizar as polêmicas. No ano passado, Neymar criticou ferozmente a imprensa e pediu que parasse de dizer inverdades em relação ao PSG.

MAIS
Clique nas setas e veja o time do coração dos sertanejos

* conheça as regras para comentários aqui