Fognini dispara contra quadra e diz que não volta ao Rio Open

Tenista italiano criticou as condições da quadra 1 mesmo após avançar para as quartas de final

Após garantir sua vaga nas quartas de final do Rio Open nesta quinta-feira, o italiano Fabio Fognini não se mostrou muito feliz com as condições da quadra 1 do torneio, que sofreu com as chuvas que assolaram a cidade na noite anterior.

“Eu lutei, as condições estavam muito ruins, a bola não andava e a quadra não estava da melhor forma possível”, comentou o italiano, que ainda disse pensar em não voltar para o torneio no próximo ano. “Novamente eu queria ir a gira norte-americana, mas vi que em Nova York faz muito frio nesta época do ano e preferi vir pra cá porque prefiro calor. Mas creio que, se este não for meu último, é um dos últimos anos em que jogo aqui”.

Na próxima rodada, o italiano terá pela frente o esloveno Aljaz Bedene, contra quem tem um retrospecto impressionante de sete vitórias em sete jogos, sendo dois no Rio de Janeiro – em 2014 e 2016. Mesmo com a vantagem no confronto direto, o italiano reconhece que o esloveno vem jogando muito bem.

“Ele está jogando muito bem, fez final em Buenos Aires, então será uma partida muito complicada, muito difícil”, avaliou, criticando, em seguida, a Quadra 1 do torneio. “Só espero sinceramente que eu não jogue na Quadra 1 porque ela não está bem. Não é uma quadra que esteja no nível de um ATP 500. A quadra está irregular, o quique da bola não é bom. Se eu tiver que jogar nela, jogarei nela sem problema algum. Mas essa é minha opinião”.

Compartilhar

Ler a notÍcia completa

Deixe seu comentário