Nadal derrota Thiem e vence Roland Garros pela 11ª vez

Espanhol não teve a supremacia em Paris ameaçada em nenhum momento pelo austráico

Da Redação | 10/06/2018 - 12:55 | Atualizado em 10/06/2018 - 19:46

Nadal beija a Taça dos Mosqueteiros após conquistá-la pela 11ª vez (Foto: Benoit Tessier/Reuters)

Gênio, fora de série, lenda... Escolha o adjetivo que você quiser, mas é impossível não reverenciar Rafael Nadal. Neste domingo, 10, o espanhol continuou assombrando o mundo com o seu domínio no saibro e derrotou Dominic Thiem por 3 sets a 0 (6-4, 6-3 e 6-2) e conquistou seu 11º título de Roland Garros.

O rival austríaco foi o único tenista a vencer Nadal na terra batida nesta temporada, levou a melhor no duelo pelas quartas de final do Masters 1000 de Madri. Porém, o líder do ranking não queria saber de decepcionar os quase 15 mil súditos presentes na Philippe Chatrier e justificou o título de rei do saibro com uma grande atuação para coroar uma campanha praticamente perfeita em Paris. O argentino Diego Schwartzman foi o único que conseguiu tirar um set do espanhol na capital francesa neste ano.

Thiem sentiu o peso de disputar a sua primeira final de Grand Slam e aparentou muito nervosismo nos primeiros games do duelo. Rafael Nadal foi implacável e tratou de abrir 2 a 0 logo de cara. Após ser quebrado, o austríaco parece que levou o sacode necessário para se soltar e conseguiu igualar o placar. Porém, a experiência do número 1 do mundo fez a diferença no momento chave, conseguindo a quebra para vencer o primeiro set por 6 a 4.

O cenário se repetiu na segunda parcial. Nadal conseguiu abrir 3 a 0 e só precisou administrar a vantagem para fazer 6 a 3 e passar a ver a Taça dos Mosqueteiros ainda mais próxima. No 3º set, o espanhol quebrou o saque do rival logo no começo novamente para fazer 2 a 1 e passou a depender apenas da confirmação dos próprios serviços para ficar com o título.

Na sequência, o Touro Miúra assustou os fãs ao pedir atendimento médico por câimbras na mão esquerda. Porém, o contratempo durou pouco e Nadal se colocou rapidamente no jogo mais uma vez para definir o set em 6 a 2 e o jogo em 3 sets a 0 para ouvir os aplausos dos fãs pela 11ª vez no saibro parisiense.

Agora, Nadal soma 17 Grand Slams na carreira, está apenas atrás do suíço Roger Federer, que tem 20 troféus no currículo.