Band E-Sports

O Band e-Sports é o espaço para falar sobre esportes eletrônicos formado por Daniel Filho, Gabriel Batistella e Moisés Martins. Assim como no YouTube, as principais novidades do setor serão apresentadas e comentadas aqui em forma de coluna no site do BandSports.

Band E-Sports

Ainda mais experiência e um novo patamar: os resultados da paiN no MSI 2021

Por Moisés Martins 13/05/2021 • 10:46
Mesmo com duas vitórias, brasileiros retornam com mais uma fraca atuação internacional
Mesmo com duas vitórias, brasileiros retornam com mais uma fraca atuação internacional
Divulgação/Riot Games

Vencer um CBLOL é sem dúvida um dos grandes sonhos dos times brasileiros de League of Legends, e erguer o terceiro troféu de sua história após seis anos é motivo de orgulho e algo que a paiN Gaming vai estampar para sempre em seu currículo, mas todo sonho tem seu fim e a realidade chega em sequência. Mesmo com uma campanha memorável no torneio e uma grande final contra a Vorax, o Mid-Season Invitational era o real foco da paiN pouco tempo após a conquista e, de acordo com o atirador brTT, era a maior oportunidade de melhorar a imagem brasileira no cenário internacional.

Devido a constantes fracassos de equipes brasileiras nos campeonatos mundiais e demais torneios de meio de temporada, o Brasil figura na penúltima colocação no ranking mundial de regiões organizado pela Riot, acarretando em fases de playoffs durante eventos globais e uma menor premiação e investimento por parte da desenvolvedora. Mas nem tudo são más notícias, já que graças à recente atuação em Reykjavik, na Islândia, o Brasil passou o servidor latino-americano e deixou os “hermanos” na lanterna.  

E não foram apenas os 0,25 pontos de vantagem sobre o servidor LLA que a paiN conquistou para nossa região. Além das duas vitórias sobre a fastPay Wildcats (representando a longínqua rival Turquia), os brasileiros chegaram ainda a bater de frente com a MAD Lions, atual campeã da Europa e considerada como uma das favoritas ao caneco. Certamente as duas atuações contra a PSG Talon será motivo de esquecimento, com a equipe chinesa vencendo sem qualquer tipo de resistência, mas deve-se colocar em conta também que a China lidera o ranking mundial e sempre chega com força máxima aos torneios.

Ainda que a vitória não tenha sido alcançada e, consequentemente, mais uma eliminação precoce tenha ocorrido, a paiN Gaming provou que o nível de gameplay brasileira está progredindo a ponto de não ser mais o antigo motivo de chacota nos torneios mundiais. Se esta atuação for superada no Worlds 2021, que será realizado na China, significará uma completa mudança em nosso modelo de jogo e expectativas por parte dos fãs.

Se isso é resultado do novo sistema de franquias do CBLOL apenas o tempo dirá, mas prefiro acreditar que é fruto de uma evidente profissionalização do cenário nacional como um todo e que a crescente modernização do nosso “brasileirão” trará ainda mais resultados positivos.

  • band-e-sports
  • app
  • esportes
  • pain gaming
  • cblol
  • msi