Band E-Sports

O Band e-Sports é o espaço para falar sobre esportes eletrônicos formado por Daniel Filho, Gabriel Batistella e Moisés Martins. Assim como no YouTube, as principais novidades do setor serão apresentadas e comentadas aqui em forma de coluna no site do BandSports.

Band E-Sports

Fluxo Esports mostra o tamanho do Free Fire no Brasil

Por Daniel Filho 21/01/2021 • 15:07
Nobru e Cerol criaram a Fluxo Esports para a comunidade
Nobru e Cerol criaram a Fluxo Esports para a comunidade
Reprodução/Twitter Fluxo

Início de 2019, Jardim Novo Oriente, Zona Sul de São Paulo. Aos 17 anos, Bruno Goes desiste de seu sonho de se tornar jogador de futebol. Após conseguir uma bolsa parcial na universidade, teve que desistir da graduação porque os pais não tinham dinheiro para pagar o curso.

Início de 2019, Campo Grande, Zona Oeste do Rio de Janeiro. Aos 26 anos, Lucio dos Santos Lima estudava duro para passar em um concurso. Acostumado a trabalhar desde os 11 anos, o que interrompeu sua vida escolar, passou a atuar como motorista de aplicativo para sustentar os materiais e aulas. Um dia, foi assaltado e perdeu o carro e o tablet em que assistia às vídeo-aulas.

Nas periferias das maiores cidades do Brasil, um jogo de smatphone, gratuito e leve de rodar, era febre entre os jovens. Bruno pegava o celular do pai emprestado e ia para a casa da avó, onde havia uma internet melhor, e jogava o dia inteiro. Desanimado após o assalto, Lucio atendeu ao pedido da noiva para parar de trabalhar como motorista. Vendo a popularidade do Free Fire na comunidade, resolveu fazer livestreams. Depois de ganhar equipamentos de uma inscrita, as transmissões começaram a bombar.

Com as lives, Lucio ficou conhecido como Cerol. Em um evento em São Paulo, conheceu um fã e o levou para almoçar. Era Bruno, que também tinha uma origem simples. No circuito de FF, ficou conhecido como Nobru.

Final de 2019. Corinthians conquista a Liga Brasileira de Free Fire e o Campeonato Mundial. Na equipe, o pró-player Nobru foi o destaque, recebendo uma chuva de prêmios individuais. Também representando o Corinthians, Cerol se tornou o maior streamer do País. Em um ano, dois jovens humildes da periferia se tornaram superestrelas, personalidades conhecidas em todo território nacional e com fama internacional.

Início de 2021. Cerol e Nobru anunciam a criação do Fluxo Esports. A equipe comprou a vaga liberada após o Santos fechar uma parceria com a Real eSports e vai disputar a LBFF. O anúncio rolou em um vídeo emocionante com Nobru e Cerol caminhando com crianças na favela.

A ideia da organização é realçar a essência que sumariza as histórias de vida dos dois. “Com o tempo eu fui percebendo que nenhuma organização de Free Fire hoje falava a língua da comunidade que a apoiava. E isso era uma coisa que fazia muita falta, alguém que viesse do mesmo lugar que os fãs e o pessoal que apoia a gente, e que falasse de verdade a mesma língua que eles. Esse é nosso maior objetivo com o Fluxo, ser um time criado na comunidade para a comunidade”, afirma Nobru.

A formação do Fluxo e a história de Nobru e Cerol mostram o tamanho do Free Fire no Brasil. Por maior que seja o preconceito e as críticas quanto ao cenário e ao jogo em si, é imensurável o valor da esperança que ele se torna para milhares de jovens nas periferias de todo o País.

Confira o último episódio do Band e-Sports:

  • band-e-sports
  • free fire
  • app
  • esportes
  • cerol
  • nobru