Eduardo Gambier

Estudante de Jornalismo apaixonado por artes marciais, começou a cobrir esportes de combate aos 16 anos de idade, tendo entrevistado grandes lendas do esporte, como José Aldo, Maurício Shogun, Demian Maia e Rafael Cordeiro. Já atuou como comentarista em eventos do MMA Internacional, como o ONE FC e PFL. Nesta coluna fará análises de forma imparcial sobre os maiores eventos e lutadores do mundo da luta.

Nocaute

O atleta perfeito do MMA

Por Eduardo Gambier 05/02/2021 • 13:31
Khabib Nurmagomedov é conhecido pela qualidade de seu wrestling
Khabib Nurmagomedov é conhecido pela qualidade de seu wrestling
Reprodução/Instagram Khabib Nurmagomedov

O MMA possui um sistema totalmente diferente de se avaliar e integrar uma luta. O jogo do primeiro colocado pode encaixar de forma mais favorável para o campeão, do que o décimo no ranking e isso define um combate. Até hoje existe o debate de quem seria o maior atleta de todos os tempos. Muitos apontam Jon Jones, Anderson Silva, George St-Pierre e agora Khabib Nurmagomedov. Todos eles têm algo em comum, cada um possui seu estilo único de luta, com a capacidade de imprimir o mesmo ritmo ou se adaptar a cada adversário. E se nós uníssimos as melhores qualidades de cada um para formar o atleta perfeito?

QI de luta: George St-Pierre
O canadense se tornou duplo campeão do UFC e o maior campeão da história até os 77kg, mas a principal qualidade do ex-campeão não é o karatê ou o wrestling e, sim, sua inteligência nos combates. GSP sempre apresentou a melhor estratégia nos momentos decisivos e explorava o ponto franco de seus oponentes de forma exuberante.

Coração: Robbie Lawler
O norte-americano nunca foi unanimidade dentro do UFC por suas habilidades e genialidade como campeão, mas não podemos negar que Lawler possuía um verdadeiro coração de leão. Nos combates contra Matt Brown, Rory McDonald, Johny Hendricks e Carlos Condit, o striker teve que passar por um verdadeiro pesadelo para se sobressair, virar e conquistar a vitória.

Queixo: Roy Nelson
O atleta nunca vestiu um cinturão do UFC, porém teve um aspecto impecável em toda carreira. Roy Nelson não é desse planeta e deveria ser estudado pela Ciência. Ele conseguiu absorver 106 golpes potentes sem ser nocauteado em sua luta contra Stipe Miocic no UFC 161. Vale salientar que apenas um golpe significativo do atual campeão dos pesados é suficiente para derrubar um oponente.

Mão esquerda e precisão: Conor McGregor
O irlandês possui uma das mãos mais pesadas e precisas do MMA. O ex-campeão do mundo conseguiu desmantelar José Aldo em apenas 13 segundos, Dustin Poirier com um soco "fantasma", Chad Mendes com um pedrada de esquerda e Donald Cerrone com sua precisão. Sem dúvida, o Notório é fulminante com sua esquerda.

Mão direita e poder: Francis Ngannou
Esse foi um dos aspectos mais complicados de avaliar, é minha obrigação fazer uma menção honrosa a Dan Henderson e Anthony Johnson, mas não tem como negar que o Predador é o homem mais temido dos esportes de combate por causa da sua poderosa mão direita. Francis vem de quatro vitórias seguidas por nocaute e ninguém conseguiu passar do segundo minuto de luta. Somado, Ngannou ficou somente 2min45 dentro do octógono nos últimos quatro duelos.

Movimentação: Dominick Cruz
O maior campeão dos pesos galos possui uma movimentação e footwork (trabalho com os pés, em inglês) totalmente diferente e fenomenal. Cruz consegue cortar totalmente os ângulos e explora como ninguém o contra-ataque. Quem nunca viu este homem lutar, indico com toda segurança, é belo vê-lo em ação.

Wrestling: Khabib Nurmagomedov
Khabib nunca chegou ao pódio mais importante do esporte, o de uma Olimpíada, como Henry Cejudo (medalhista de ouro) e Yoel Romero (medalhista de prata), mas ninguém conseguiu imprimir um sistema de quedas como o russo. Nurmagomedov é fenomenal, nenhum atleta é capaz de evitar suas quedas ou seu jogo de pressão.

Jiu-jítsu: Demian Maia
Demian chegou ao UFC em 2007, com três bônus consecutivos por finalizações, ele sempre foi visto como um dos mais perigosos grapplers do esporte. Demian conseguiu fazer uma das principais transições para o MMA e impor a principal mensagem do jiu-jítsu dentro do UFC. Quem não lembra daquele triangulo exuberante diante do Chael Sonnen?

Chutes: Edson Barboza e Mirko Cro Cop
Complicado decidir quem tem a melhor amplitude e chute no MMA. Na minha análise, Barboza tem ótimos chutes giratórios tanto na linha de cintura, quanto na cabeça, mas seus low kicks são seu carro chefe. Edson chegou até a nocautear Rafaello Oliveira com chutes nas pernas. Cro Cop, por sua vez, tem potência e velocidade impressionantes, onde o croata chuta, não nasce mais pelo!

Joelhadas: Alistair Overrem
Muitos lutadores que enfrentaram Overrem avaliam suas joelhadas como algo descomunal. Brock Lesnar sofreu demais com os golpes na linha de cintura e caiu por causa dos golpes com os joelhos. O kickboxer holandês tem mais de 50 lutas profissionais e essas joelhadas sempre foram decisivas.

Esquivas: Anderson Silva
Anderson Silva sempre demonstrou toques de genialidade dentro do octógono. O brasileiro possui uma velocidade incrível, socos precisos, chutes e joelhadas fora do comum, mas o que mais chamava atenção em suas performances eram suas esquivas. O Spider bagunçava a mente dos adversários e sempre conseguiu os melhores espaços a partir das suas esquivas.

Cotoveladas e distância: Jon Jones
Jon Jones sem dúvida enfrentou os lutadores mais temidos da história do MMA. O norte-americano tem cotoveladas precisas e fortes, que mudou o combate diante de Gustafsson. Sua envergadura e senso de distância é algo impressionante, que auxiliam a defesa e pontuação em seus combates.

  • eduardo-gambier
  • mma
  • app
  • luta
  • Khabib Nurmagomedov