Eduardo Tironi

Jornalista há 28 anos, a maioria deles dedicados ao esporte, cobriu as Copas do Mundo de 1998 (França), pelo Notícias Populares, e 2006 (Alemanha) pelo Diário Lance!, onde foi editor-executivo. Sete anos como comentarista e editor-executivo na ESPN Brasil, tendo participado da cobertura da Copa do Brasil (2014) e da Olimpíada do Rio-2016 pelo canal.

Papo com Tironi

Foi uma semana ruim para os professores

Por Eduardo Tironi 24/09/2021 • 07:58
Estratégia defensiva de Abel Ferreira foi criticada por muitos torcedores
Estratégia defensiva de Abel Ferreira foi criticada por muitos torcedores
Cesar Greco/SE Palmeiras

Duas semifinais de Libertadores. Em campo, times com enormes e exigentes torcidas. A semana teve isso e não foi uma semana boa para os treinadores. Por um ou outro motivo, todos acabaram criticados.

Palmeiras e Galo fizeram um jogo chatíssimo na terça-feira, indigno de uma semifinal da Libertadores. Pouquíssimos chutes a gol e pontaria péssima. Até pênalti desperdiçado teve. Abel Ferreira e Cuca foram apedrejados por razões distintas. Cuca por não ter conseguido fazer o seu time furar a retranca verde. A culpa não é dele por um pênalti desperdiçado, mas além desta chance, pouco teve de inspiração no Galo em sua visita ao Allianz Parque.

O treinador ainda ficou dividido entre arriscar e deixar a situação ruim para o jogo de volta. Ao final da partida, tirou o pé, pensando no confronto do Mineirão.

Do lado palmeirense, a crítica de sempre: o Palmeiras pode fazer muito mais do que se defender com o elenco rico que tem. Mas Abel prefere antes de tudo ser o time que não toma gols. O restante vem depois. Estrategicamente, ao menos um elogio: a meta do Palmeiras foi cumprida, que era a de não levar gols.

No dia seguinte, o Flamengo venceu o Barcelona de Guayaquil por 2 a 0. Nem mesmo o fato de que a classificação para a decisão está muito próxima tranquilizou parte dos torcedores, que reclamam o fato de que o Rubro-Negro poderia ter feito mais gols (teve um jogador a mais o segundo tempo inteiro). Reclamam também que o Fla de Renato não controla mais os jogos.

A semana que vem pode mudar o humor daqueles que chegarem à decisão. Torcedor tem disso: um dia tudo está ótimo, no outro tudo tem de mudar. Mas as críticas aos professores esta semana indicam que o nível de exigência está alto. Como deve ser.

  • eduardo-tironi
  • futebol
  • libertadores
  • app