Eduardo Tironi

Jornalista há 28 anos, a maioria deles dedicados ao esporte, cobriu as Copas do Mundo de 1998 (França), pelo Notícias Populares, e 2006 (Alemanha) pelo Diário Lance!, onde foi editor-executivo. Sete anos como comentarista e editor-executivo na ESPN Brasil, tendo participado da cobertura da Copa do Brasil (2014) e da Olimpíada do Rio-2016 pelo canal.

Papo com Tironi

Futebol é injeção de vida para Abel Braga

Por Eduardo Tironi 29/04/2022 • 08:57
O Fluminense de Abel Braga impediu o tetracampeonato do Flamengo no Carioca
O Fluminense de Abel Braga impediu o tetracampeonato do Flamengo no Carioca
Divulgação/Fluminense FC/Mailson Santana

Abel Braga pediu demissão do Fluminense na manhã de quinta-feira. A pressão era grande com os maus resultados e desempenho ruim do time desde que foi campeão carioca em cima do poderoso Flamengo.

Todas as vezes que Abel deixa um cargo a pergunta que mais vem à cabeça das pessoas é: por que ele segue trabalhando, se já tem a vida ganha e ainda passou por uma tragédia familiar? (seu filho morreu em 2017 após cair da janela do apartamento em que a família mora no Leblon).

Aos 69 anos e com uma carreira linda como treinador, com muitas conquistas importantes, não seria o momento de curtir a família? Viajar? Passear?

A impressão é a de que Abel não consegue imaginar sua vida longe do futebol. Futebol e Abel parecem ser duas coisas impossíveis de serem separadas.

A sua aposentadoria foi "decretada" muitas vezes nos últimos anos. Após a conturbada saída do Flamengo e os trabalhos ruins no Cruzeiro e Vasco. Mas ele ressurgiu, levando o Internacional ao vice-campeonato brasileiro em 2020, lutando contra o Flamengo, que acabou campeão.

A conquista do Carioca em 2021 hoje parece pouca coisa. Mas será devidamente reconhecida daqui a alguns anos. O "aposentado" Abel Braga e o Fluminense impediram o tetracampeonato do fortíssimo Flamengo. Não é pouca coisa.

Momentos como este devem fazer com que Abel adie uma compreensível aposentadoria. O futebol parece dar injeções de vida ao treinador. Como disse meu amigo Paulo Massini, "quem sou eu para decretar a aposentadoria de alguém". É isso.

  • eduardo-tironi
  • abel braga
  • fluminense
  • flamengo
  • futebol
  • app