Eduardo Tironi

Jornalista há 28 anos, a maioria deles dedicados ao esporte, cobriu as Copas do Mundo de 1998 (França), pelo Notícias Populares, e 2006 (Alemanha) pelo Diário Lance!, onde foi editor-executivo. Sete anos como comentarista e editor-executivo na ESPN Brasil, tendo participado da cobertura da Copa do Brasil (2014) e da Olimpíada do Rio-2016 pelo canal.

Papo com Tironi

No futuro, como Paulo Sousa enxergará sua passagem pelo Brasil?

Por Eduardo Tironi 20/05/2022 • 09:48
Paulo Sousa tem sofrido pressão de todos os lados desde que assumiu o Flamengo
Paulo Sousa tem sofrido pressão de todos os lados desde que assumiu o Flamengo
Divulgação/Flamengo/Gilvan de Souza

Paulo Sousa viveu mais um capítulo do verdadeiro martírio que tem sido a sua passagem pelo Brasil. Agora, ele foi acusado de ter combinado para que um repórter fizesse uma pergunta a ele em uma entrevista coletiva. O tema: a contusão do goleiro Diego Alves.

Paulo Sousa tem sido pressionado por todos os lados. Boa parte da torcida pede sua saída e a troca por Jorge Jesus. O próprio Jesus veio ao Brasil recentemente e declarou abertamente que gostaria de voltar ao clube, em um episódio que causou espanto até aqui, onde o futebol não é lá o ambiente mais ético e correto.

A cada mudança que ele tenta fazer no time, as críticas são pesadas. Parte da imprensa tomou partido pela sua demissão.

Após a vitória do seu time no meio da semana na Libertadores, ele esboçou um desabafo. Disse que pagou para estar no Flamengo (pagou de fato a multa rescisória com a confederação polonesa de futebol) e que vai vencer no Brasil.

Com tanta gente jogando contra, não será fácil. Não é o caso de defender incondicionalmente seu trabalho à frente do Flamengo. O time ainda é irregular e outros treinadores estrangeiros com menos tempo de trabalho conseguiram resultados mais rapidamente.

Mas a tarefa de Paulo Sousa não é simples. Ele foi contratado para fazer uma reformulação no elenco e está tentando. Mas tudo o que se enxerga é que o seu Flamengo não joga como o de Jorge Jesus, algo que pouquíssimos times na própria história do clube conseguiram repetir.

Um dia Paulo Sousa irá embora do Flamengo e do Brasil. A pergunta que fica é: que impressão ele levará daqui para contar para seus netos diante de tamanho massacre?

  • eduardo-tironi
  • paulo sousa
  • flamengo
  • futebol
  • app