Eduardo Tironi

Jornalista há 28 anos, a maioria deles dedicados ao esporte, cobriu as Copas do Mundo de 1998 (França), pelo Notícias Populares, e 2006 (Alemanha) pelo Diário Lance!, onde foi editor-executivo. Sete anos como comentarista e editor-executivo na ESPN Brasil, tendo participado da cobertura da Copa do Brasil (2014) e da Olimpíada do Rio-2016 pelo canal.

Papo com Tironi

São Paulo 0 x 4 Flamengo: retrato da morte lenta de um gigante

Por Eduardo Tironi 15/11/2021 • 09:14
O Flamengo passeou em campo e não tomou conhecimento do time do São Paulo
O Flamengo passeou em campo e não tomou conhecimento do time do São Paulo
Twitter/Flamengo/Alexandre Vidal

O Flamengo humilhou o São Paulo no Morumbi neste domingo: 4 a 0. No turno, foi 5 a 1. O placar somado do ano é de 9 a 1.

A partida foi resolvida em dez minutos, quando Calleri foi expulso. Neste momento o jogo já estava 2 a 0. A partir daí, foi só uma questão de se esperar para ver qual seria o tamanho do massacre. Foi 4 a 0 porque no meio do jogo o Fla desistiu de jogar, trocou parte de seus titulares e ainda assim poderia ter feito muito mais.

O São Paulo ainda não foi rebaixado de fato, mas já está rebaixado moralmente. Tem uma folha salarial alta, uma dívida que só cresce e convive há anos com dirigentes absolutamente mal preparados para comandar um clube. Sem falar em casos de polícia perdoados dentro do conselho. Receita de fracasso que os dirigentes que destruíram o Cruzeiro ou o Vasco sentiriam inveja.

Um jogo em que o time da casa perde com três minutos de bola rolando explica muita coisa. Ainda mais considerando os dois clubes que estiveram em campo neste domingo no Morumbi com quase 50 mil torcedores.

Trata-se da morte lenta de um gigante e do renascimento e consolidação de outro. Há 15 anos, o São Paulo era o clube dominante do País e o Flamengo ainda nem havia iniciado sua reestruturação. O São Paulo que entrou em campo neste domingo é o Flamengo de anos atrás. Frágil, apequenado e que sobreviveu porque sua torcida imensa o segurou nos piores momentos.

A torcida ainda segura o São Paulo, mas a força para baixo tem sido muito forte. Na 38ª rodada, há chance de o clube não estar de fato entre os rebaixados para a Série B. Mas o rebaixamento ano a ano é visível.

  • eduardo-tironi
  • são paulo
  • flamengo
  • futebol
  • app
  • brasileirão