Fábio Piperno

O jornalista Fábio Piperno participou in loco pelo Bandsports de coberturas de Copas do Mundo, Jogos Olímpicos, Libertadores e Copa América.

Brasileirão tem cinco favoritos

Por Fábio Piperno 05/07/2021 • 13:10
Athletico-PR faz grande campanha e é vice-líder com um jogo a menos
Athletico-PR faz grande campanha e é vice-líder com um jogo a menos
Instagram/Athletico-PR

A Copa América vai se aproximando do final e, com isso, muitos jogadores retornam para os clubes de origem. Esse movimento de volta para casa reforça, principalmente, Flamengo, Atlético Mineiro e Palmeiras. No caso do Verdão, além dos selecionáveis Weverton, Gomez e Viña, o técnico Abel Ferreira ainda poderá festejar a reintegração de Dudu.

Mesmo sem o quarteto, o clube paulista disputa um bom Brasileirão. A distância para o líder Red Bull Bragantino é de apenas dois pontos. Entre eles, está o Athletico, com um jogo a menos. Logo abaixo, vem o Galo. O Flamengo é apenas o décimo, mas disputou dois jogos a menos que o líder, Palmeiras e Atlético Mineiro.

Embora o Brasileirão vá chegando apenas ao seu primeiro quarto de disputa e muita coisa possa mudar, creio que o campeão sairá do grupo dos cinco times aqui citados. Se Flamengo, Palmeiras e Galo, clubes de elencos bem mais numerosos, são apostas óbvias, Bragantino e Furacão para muita gente não passam de outsiders, daqueles que disparam no início e que desabam ainda no primeiro turno. Mas os dois têm demonstrado que desta vez não é bem assim. E já faz tempo!

Na verdade, a ascensão da dupla começou ainda no segundo turno do Brasileirão 2020. Deste então, computados os últimos 19 jogos daquele campeonato, mais os 8 ou 9 do atual, o Massa Bruta e o Furacão são, nessa ordem, os times que mais pontuaram na principal competição do país. A equipe de Barbieri acumula desde então 55 pontos, dois a mais que o rubro-negro de Curitiba. Terceiro dessa lista imaginária, o Galo tem 52, seguido de Flamengo e Palmeiras com 48.

Um recorte de 27 ou 28 jogos não é coisa pouca. Significa que faz tempo que Bragantino e Athletico estão entre os melhores. O primeiro mantém o técnico da maior parte do trabalho do campeonato de 2020. Tem projeto sólido e dinheiro para investir em jovens promissores, como Claudinho, Artur, Lucas Evangelista e, agora, em Praxedes. Gasta muito e bem! O Furacão conservou a base do bom time da temporada passada e se reforçou com os eficientes Marcinho, Terans e Matheus Babi. No comando, o português Antônio Oliveira mostra que é dos bons.

Como acabei de dizer, 27 ou 28 jogos não são pouca coisa. Significam mais de 70% de um campeonato de 38 rodadas. Quem apostar que Bragantino e Athletico são apenas cavalos paraguaios pode cair. Do cavalo!

  • fabio-piperno
  • futebol
  • brasileirão
  • esportes
  • app