Rafael Augusto

Acredita no poder de contar uma história e que se for possível fazer a diferença para uma única pessoa, terá cumprido o seu papel. É formado em Jornalismo e tem especialização em Mídias Sociais. Atualmente no Bandsports, conta com passagens pela TV Band, ESPN, Olimpíada Todo Dia e Gazeta de Santo Amaro.

Brasileiros pelo Mundo

Danilo Pereira, um goleador na Holanda

Por Rafael Augusto 29/01/2021 • 17:32
Atacante do FC Twente é o terceiro na lista de artilheiros do Campeonato Holandês
Atacante do FC Twente é o terceiro na lista de artilheiros do Campeonato Holandês
Divulgação/FC Twente

O futebol holandês, mais precisamente a Eredivisie, como é conhecida a primeira divisão do país, teve dois dos principais atacantes da história do futebol brasileiro como seus artilheiros nas décadas de 80 e 90.

Somados, Romário e Ronaldo foram os máximos goleadores em quatro oportunidades, sendo o primeiro por três vezes, nas temporadas 88/89, 89/90 e 90/91, enquanto o segundo ficou com a honra em 94/95. Além dos dois astros, o atacante Afonso Alves também foi artilheiro em 06/07.

Nesta temporada, um jogador tem chamado a atenção e com possibilidade de estabelecer essa marca e se tornar o quarto brasileiro a atingir tal feito. Trata-se de Danilo Pereira da Silva, atacante de 21 anos que pertence ao Ajax, mas está defendendo o FC Twente por empréstimo.

“O Twente veio, fez a proposta e falou que teria mais experiência no profissional. Agora é agarrar a oportunidade e voltar voando”, conta.

E ele está mesmo voando. Após o fim do turno da Eredivisie, em 18 partidas o brasileiro é o terceiro na lista de artilheiros com 11 gols marcados e ainda deu cinco assistências. Os tentos de Danilo representam 33% do que os ‘Tukkers’, apelido dado ao Twente, ,marcaram no campeonato e ajuda a ocupar provisoriamente a 7ª colocação, que vale um posto na fase preliminar da Liga Europa.

Destino de brasileiros e bons números no “Ajax B”
Apesar da citação a Ronaldo e Romário, como artilheiros, terem tido sucesso no rival PSV, o Ajax historicamente contou com alguns brasileiros ao longo da história, com os ex-jogadores Maxwell, Filipe Luís e o tetracampeão Márcio Santos.

Nos últimos anos, o Ajax tem contratado jovens jogadores do meio e ataque e além de Danilo, conta também com David Neres e Antony. Além dos dois que estão no time principal, o meia Giovanni Manson atua no Jong Ajax, que seria um time B que disputa a segunda divisão holandesa, chamada de Eerste Divisie, com jogadores que ainda não serão aproveitados no time principal.

Reprodução/Instagram

Diferentemente dos ex-companheiros que ficaram, o clube não tinha planos para Danilo Pereira no profissional e acabou negociado.

“Eu vim para cá quando fiz 18 anos. Comecei na base, fui evoluindo, passei pelo Jong Ajax e depois tive a oportunidade de estrear pelo profissional e eles não estavam com projeto de ficar comigo no profissional”, explica.

A passagem pelo Jong Ajax, que disputa a segunda divisão holandesa, chamada de Eerste Divisie, foi boa. Em 41 jogos, o jogador marcou 24 gols.

Base em grandes do Brasil e sonho com a seleção olímpica
Natural de São Paulo, Danilo Pereira passou pela base de clubes tradicionais, mas foi terminar a formação justamente no futebol holandês. Por aqui, passou por Portuguesa, Corinthians, Vasco da Gama, Ponte Preta e Santos.

O Ajax já monitorava o atacante brasileiro desde os tempos em que atuava na Ponte Preta, mas concretizou a ida somente em 2017, quando não definiu a continuidade no Santos.

A passagem por diversos clubes aqui no Brasil e a continuidade da formação na Holanda não o tiraram do radar de quem monitora os jovens jogadores, tanto que em novembro ele recebeu do técnico André Jardine a convocação para a seleção olímpica, justamente em substituição a Antony.

A convocação abre o sonho de representar o Brasil nos Jogos Olímpicos, cuja disputa acontecerá em julho deste ano.

Reprodução/Instagram
  • rafael-augusto
  • futebol
  • danilo pereira
  • fc twente
  • app