Stephano Alba

Formado em Rádio e Televisão pela FAAP em 2016, mesmo ano que iniciei a jornada no BandSports, onde atualmente trabalho como editor. Diferente da maioria dos brasileiros que escolhem o esporte bretão, em 2003 me apaixonei pelo basquete. Torcedor do Denver Nuggets e defensor do pivôzão raiz, joguei como ala na base do Paulistano e defendi por alguns meses as cores da Rockrige School, de Vancouver (Canadá). Fui coordenador do Linha de 3, programa que dá nome a esta coluna apresentado na época pela lenda Álvaro José e que contava com os comentários de Danilo Castro, ex-armador da seleção brasileira. Tive a oportunidade de sentar à essa mesa algumas vezes para comentar o esporte, na minha opinião, mais frenético de todos os tempos. E é sobre ele que vamos falar aqui neste espaço semanalmente.

Linha de 3

As criticadas panelas podem ajudar no crescimento do basquete!

Por Stephano Alba 07/04/2021 • 17:07
Nova "panela" da NBA veste a camisa do Brooklyn Nets
Nova "panela" da NBA veste a camisa do Brooklyn Nets
Instagram/Brooklyn Nets

Acompanho basquete e outros esportes há muito tempo. Hoje, temos inúmeros basqueteiros de plantão, e eu acho isso fantástico, mas na minha época de escola eu era um lobo solitário dentro do garrafão, por 2 motivos: além de decidir amar o basquete, divido o meu coração com o Santos F.C., ou seja, sempre fui a minoria.

O cenário em 2021 é completamente diferente. Hoje temos vários sites a respeito, inúmeras páginas de franquias e centenas de contas e perfis nas redes sociais. Eu inclusive faço parte de vários grupos no WhatsApp com amigos que eu nunca achei que gostariam de basquete. Finalmente podemos falar que não estamos mais sozinhos.

Talvez um dos motivos seja a tão mal falada panela, mas tome cuidado porque você pode estar apontando o dedo para o seu eu do passado. Ou você acha que o Bulls do Jordan, o Lakers do Kobe, o Celtics do Garnett e o Miami do LeBron também não se enquadram neste adjetivo? As regatas que eu mais vejo nas ruas são exatamente estas citadas acima. Além das do Warrios, mas eles são taxados como modinhas, é claro. E no futuro poderemos ver o nome do Harden ou do Durant em várias camisas do Nets. Isso só o tempo dirá. O que eu quero dizer é: O paneleiro de hoje é o dita regra do amanhã. Mas não me venha você, jovem amante do basquete, mudar de franquia quando a panela for desfeita. A verdade é que desejamos ver o nosso time ser o da moda.

Algumas eras vão se formar e isso é fundamental para boas histórias serem contadas. A última foi a do Golden State, a próxima pode ser a do Lakers se o Nets deixar e em um futuro pode ser a sua. O que não pode acontecer é uma hegemonia. A alternância no poder é fundamental para o esporte e na NBA não é diferente. Por isso temos o sistema de Salary Cap e Draft em vários esportes americanos.

Panelas são saudáveis, assim como criticá-las. E para constar, eu sou torcedor do Denver Nuggets, não sou modinha não. Paneleiros são vocês!!!

  • stephano-alba
  • basquete
  • nba
  • esportes
  • brooklyn nets
  • app