Stephano Alba

Formado em Rádio e Televisão pela FAAP em 2016, mesmo ano que iniciei a jornada no BandSports, onde atualmente trabalho como editor. Diferente da maioria dos brasileiros que escolhem o esporte bretão, em 2003 me apaixonei pelo basquete. Torcedor do Denver Nuggets e defensor do pivôzão raiz, joguei como ala na base do Paulistano e defendi por alguns meses as cores da Rockrige School, de Vancouver (Canadá). Fui coordenador do Linha de 3, programa que dá nome a esta coluna apresentado na época pela lenda Álvaro José e que contava com os comentários de Danilo Castro, ex-armador da seleção brasileira. Tive a oportunidade de sentar à essa mesa algumas vezes para comentar o esporte, na minha opinião, mais frenético de todos os tempos. E é sobre ele que vamos falar aqui neste espaço semanalmente.

Linha de 3

Ben Simmons perdeu a ligação em Philadelphia

Por Stephano Alba 01/09/2021 • 17:08
Ala de 25 anos, Simmons disse que quer deixar o Sixer
Ala de 25 anos, Simmons disse que quer deixar o Sixer
Instagram/Ben Simmons

Para muitos uma joia, para outros uma pedra bruta que ainda deve ser lapidada. Bem Simmons se mostrou versátil, seus atributos o fazem um ala, mas isso não o impede de carregar a bola e armar jogadas. As únicas desconfianças que tenho em relação ao jogador são sobre seu arremesso e seu poder de decisão. 

Mesmo com 14,3 pontos, 7,2 rebotes, 6,9 assistências e 1,6 roubo de bola por jogo na temporada 2020/21 ele está longe de ter um bom chute de média distância, sem falar no péssimo desempenho na linha do lance livre. Os defensores de Simmons podem tentar justificar as deficiências ao dizer que os problemas ofensivos são compensados com seu poder defensivo. Isso pode colar em uma temporada regular, mas tudo vai por água abaixo quando falamos em playoff. Na pós-temporada, a joia vira pedregulho.

Independentemente de sua opinião em relação a Ben Simmos, um fato é comum: Ninguém dispensaria este talento, seja bruto ou não, em seu time.

Às vezes, no entanto, a fome não vem com a vontade de come. O 76ers não estava disposto a envolver o jogador em uma troca e, para piorar, a notícia da intenção de Simmons de deixar o Philadelphia faz com que o seu valor de mercado seja menor do que ele realmente vale. Já que o australiano disse que, independentemente do que acontecer, ele não vai se apresentar ao centro de treinamento.

Com isso, alguns nomes surgem para o futuro do jogador. A Califórnia pode ser seu novo estado, a imprensa norte-americana destaca três franquias de lá: Los Angeles Lakers; Los Angeles Clippers e Golden State Warriors.

Por ora, a única certeza é a indefinição do destino de Ben Simmons. No Sixers o ala já mostrou que pode muito, resta saber quem vai conseguir tirar o máximo deste jogador. Eu gostaria de ver esta pedra sendo lapidada por um cara chamado LeBron James.

  • stephano-alba
  • ben simmons
  • philadelphia 76ers
  • app
  • esportes
  • nba