Stephano Alba

Formado em Rádio e Televisão pela FAAP em 2016, mesmo ano que iniciei a jornada no BandSports, onde atualmente trabalho como editor. Diferente da maioria dos brasileiros que escolhem o esporte bretão, em 2003 me apaixonei pelo basquete. Torcedor do Denver Nuggets e defensor do pivôzão raiz, joguei como ala na base do Paulistano e defendi por alguns meses as cores da Rockrige School, de Vancouver (Canadá). Fui coordenador do Linha de 3, programa que dá nome a esta coluna apresentado na época pela lenda Álvaro José e que contava com os comentários de Danilo Castro, ex-armador da seleção brasileira. Tive a oportunidade de sentar à essa mesa algumas vezes para comentar o esporte, na minha opinião, mais frenético de todos os tempos. E é sobre ele que vamos falar aqui neste espaço semanalmente.

Linha de 3

Com estouro da bolha, NBA reforça protocolo contra a covid-19

Por Stephano Alba 13/01/2021 • 09:05
Casos de infectados pelo novo coronavírus aumentaram na Liga
Casos de infectados pelo novo coronavírus aumentaram na Liga
Pixabay/Сергей Горбачев

Vimos alguns jogos adiados nos últimos dias, normal para um país onde o crescimento do número de infectados pelo novo coronavírus é exponencial. E sabemos também que atletas não são imunes. Apesar da boa forma, jogadores se infectam e podem dar uma assistência nada legal para outras pessoas.

Desde domingo passado, quatro jogos da NBA foram adiados. O time mais prejudicado, por enquanto, é o Boston Celtics. A equipe não consegue atingir o número mínimo de oito jogadores. Sete integrantes da franquia de Massachusetts testaram positivo, são eles: Jaylen Brown, Jayson Tatum, Javonte Green, Semi Ojeleye, Tristan Thompson, Grant Williams e Robert Williams.

Por essa e outras razões, a NBA decidiu fazer uma reunião para decidir o futuro da temporada, já que é quase impossível reproduzir o que foi feito nos playoffs com 30 franquias. Apesar de muitos ainda viverem em uma bolha, os atletas e comissários da liga norte-americana sempre se preocuparam com a pandemia. Bastou o aumento de casos para uma medida mais drástica ser tomada.

Tanto atletas como staff terão de cumprir um isolamento um pouco mais severo. Ambos só poderão deixar as suas casas ou hotéis, caso o jogo seja fora, para se exercitar ao ar livre ou realizar alguma outra atividade essencial. Acabaram as escapadinhas entre partidas. Em viagens mais longas, as franquias vão embarcar com número reduzido e máscaras serão obrigatórias para os jogadores que estiverem no banco de reservas, isso vale também para a comissão técnica. Além de proteger os presentes, as transmissões agora vão contar com um bom exemplo para aqueles que acham que o coronavírus ficou em 2020.

Mais uma vez a NBA mostrando que vidas importam, desta vez de modo geral. Mesmo que a rotina da casa para o trabalho e do trabalho para casa seja um tanto indesejada, agora é necessária. Esforços mínimos para um bem gigantesco. E que as bolas de 3 pontos continuem.  

  • stephano-alba
  • app
  • basquete
  • esportes
  • nba
  • covid19