Stephano Alba

Formado em Rádio e Televisão pela FAAP em 2016, mesmo ano que iniciei a jornada no BandSports, onde atualmente trabalho como editor. Diferente da maioria dos brasileiros que escolhem o esporte bretão, em 2003 me apaixonei pelo basquete. Torcedor do Denver Nuggets e defensor do pivôzão raiz, joguei como ala na base do Paulistano e defendi por alguns meses as cores da Rockrige School, de Vancouver (Canadá). Fui coordenador do Linha de 3, programa que dá nome a esta coluna apresentado na época pela lenda Álvaro José e que contava com os comentários de Danilo Castro, ex-armador da seleção brasileira. Tive a oportunidade de sentar à essa mesa algumas vezes para comentar o esporte, na minha opinião, mais frenético de todos os tempos. E é sobre ele que vamos falar aqui neste espaço semanalmente.

Linha de 3

Hoje o maior jogador de basquete da história completa 58 anos de idade

Por Stephano Alba 17/02/2021 • 15:58 - Atualizado em 18/02/2021 • 11:01
Michael Jordan mudou a história da NBA
Michael Jordan mudou a história da NBA
Reprodução

Se hoje a NBA é transmitida mundialmente e podemos ver regatas da liga espalhadas pelo mundo, Michael Jordan é o responsável. O homem que para no ar. O atleta que elevou o nível e ultrapassou os limites de um jogo. Hoje, Jordan é mais que um nome, hoje essas seis letras juntas representam uma ideia. O amor de muitos pelo basquete vem por causa do que este ser, quase não humano, fez dentro das quadras.  

Muito difícil escolher apenas três momentos da vida de uma lenda. Até porque para ser eternizados é preciso muito mais do que algumas boas jogadas. Separei então três lances que com certeza o levaram a outro patamar:

3. Um jovem Jordan mostrou ao mundo que poderia ser decisivo
Michael Jordan colecionou inúmeros “BuzzerBeater’s” ao longo de sua vitoriosa carreira. Quando restavam poucos segundos e o Bulls perdia por pouco só existia uma única jogada. Bola nas mãos do cara. E por alguma razão esse arremesso viralizou antes mesmo da invenção deste termo pela geração Milênio. No dia 7 de setembro de 1989, Jordan tinha apenas 26 anos e tirou o complexo de vira-lata de Chicago ao acertar a cesta que de sua primeira classificação do playoff com o Bulls.


2. Jordan mais leve que o ar
Esta enterrada dispensa apresentação. No dia 7 de fevereiro de 1988, o dono da regata 23 desafiou a gravidade ao ser o primeiro a pular da linha do lance livre. Este pôster do basquete ficou conhecido como “Air Jordan”. Com certeza você já escutou este nome. 


1. O famoso “Arremesso final”
Ele nunca teve medo de dar o último tiro. Quanto maior a tensão, melhor a precisão de M.J. No dia 14 de junho de 1988, o já experiente Jordan fez os dois últimos pontos de seu sexto título com o Chicago Bulls. O vídeo abaixo mostra o arremesso final do incomparável Michael Jordan na inconfundível narração de Álvaro José.

  • stephano-alba
  • jordan
  • app
  • esportes
  • nba
  • basquete
  • air jordan