Stephano Alba

Formado em Rádio e Televisão pela FAAP em 2016, mesmo ano que iniciei a jornada no BandSports, onde atualmente trabalho como editor. Diferente da maioria dos brasileiros que escolhem o esporte bretão, em 2003 me apaixonei pelo basquete. Torcedor do Denver Nuggets e defensor do pivôzão raiz, joguei como ala na base do Paulistano e defendi por alguns meses as cores da Rockrige School, de Vancouver (Canadá). Fui coordenador do Linha de 3, programa que dá nome a esta coluna apresentado na época pela lenda Álvaro José e que contava com os comentários de Danilo Castro, ex-armador da seleção brasileira. Tive a oportunidade de sentar à essa mesa algumas vezes para comentar o esporte, na minha opinião, mais frenético de todos os tempos. E é sobre ele que vamos falar aqui neste espaço semanalmente.

Linha de 3

O sol está brilhando em Arizona

Por Stephano Alba 23/06/2021 • 20:02
Phoenix Suns jogam para título inédito na NBA
Phoenix Suns jogam para título inédito na NBA
Reprodução/Instagram Phoenix Suns

A temporada está muito diferente. Ninguém imaginava que nesta altura o time de Monty Williams estaria a dois passos de se tornar campeão da Conferência Oeste. Em um ano repleto de panelas, um conjunto de jovens e o experiente Chris Paul apareceram e aguentaram a pressão até agora. Até o substituto CP3 causou dor em seus adversários. Payne foi o cestinha com 29 pontos na vitória do Phoenix Suns por 104 a 103 sobre o Los Angeles Clippers.

LeBron James bem que tentou avisar que Devin Booker era o mais injustiçado jogador da NBA, ninguém escutou. O tempo passou e hoje todos querem saber o que tem dentro do livro de Booker. O que ele fez ontem mostra a qualidade mental do jogador. Habilidade muitos têm na liga, mas aqueles que ficam marcados na história, além do talento, possuem uma capacidade de concentração absurda, e isso ajuda a não pipocar. Não é mesmo Paul George? Errar dois lances livres no final do jogo não é uma opção para um franchaise player. Além do nariz, o armador do Suns abriu a defesa do Clippers.  

Ao longo da temporada e playoff, momentos são construídos. E alguns deles são especiais, porque você consegue enxergar a aura de um time campeão. Restava apenas 0.9 segundos para o Los Angeles Clippers empatar a série. Quase nada para a maioria dos esportes, uma eternidade para o basquete.

O milagre de Arizona aconteceu em apenas 0.2 segundos. A bola saiu das mãos de Crowder, viajou até ao encontro de Deandra Ayton e deixou a defesa adversária sem reação.

Para piorar a vida do técnico Tyronn Lue, Chris Paul pode voltar já no próximo jogo. É melhor ter bastante protetor solar no vestiário do Clippers, o clima na NBA é sem nuvens e com bastante sol.

  • stephano-alba
  • phoenix suns
  • app
  • esportes
  • basquete
  • clippers