Leandrinho desmente diretor e diz que Minas sabia do teste positivo para covid-19

Jogador informa que todo o protocolo foi seguido por orientação da médica da equipe

Em nota oficial, o armador Leandrinho se manifestou nesta terça-feira e desmentiu o diretor-adjunto de basquete do Minas, Alexandre Cunha. Ao blog, o dirigente havia dito que não foi informado pelo jogador sobre o teste positivo para covid-19. A versão do atleta é completamente diferente.

Leandrinho informa que ele e sua mulher Talita conversaram algumas vezes com o dirigente para tratar do assunto. A médica do clube, Carla Tavares, também foi contactada. O jogador informa que todo o protocolo foi seguido por orientação da profissional do clube.

"Permaneci em isolamento na casa de meu irmão no dia 21 (de março) e recebi o resultado do exame no dia 22, através da Dra. Carla Tavares, que informou a minha mulher, que no mesmo, testava positivo para covid-19, cujo resultado foi imediatamente comunicado ao clube, através de minha mulher Talita junto ao diretor Alexandre Cunha", afirmou o jogador, em nota.

O armador disse ainda que tentou realizar uma contraprova em São Paulo, mas não "houve possibilidade de realização, porque os hospitais na cidade só estavam realizando em pacientes sintomáticos e já internados."

Segundo Leandrinho, ele ficou em isolamento e decidiu, com orientação médica, antecipar o nascimento da filha, para que os riscos fossem minimizadas.

Compartilhar

Ler a notÍcia completa

Deixe seu comentário