Notícias

10 motivos para se empolgar com a temporada 2022 da Fórmula 1

Da Redação Bandsports 03/01/2022 • 04:46 - Atualizado em 05/01/2022 • 10:15
Disputa entre Hamilton e Verstappen tem tudo para esquentar ainda mais neste ano
Disputa entre Hamilton e Verstappen tem tudo para esquentar ainda mais neste ano
Reprodução/F1.com

Após uma temporada recheada de emoções na tela do Bandsports, os aficionados pela Fórmula 1 já estão aguardando ansiosamente pelas luzes se apagarem no Grande Prêmio do Bahrein, que abre a temporada de 2022 no dia 20 de março. Mas, para que você já comece a entrar no clima, separamos dez motivos para não perder o mundial deste ano.

1 – Novos carros

Assim como em 2016, a Fórmula 1 sofrerá uma grande alteração no regulamento, que fará com que os carros deste ano sejam completamente diferentes do que estamos acostumados, prometendo permitir que os pilotos possam andar mais próximos uns dos outros, o que aumentaria, significativamente, o número de ultrapassagens.

2 – Verstappen defendendo seu título contra o heptacampeão Lewis Hamilton

A temporada de 2021 já ficou marcada na história da categoria pela disputa alucinante entre Lewis Hamilton e Max Verstappen pelo título mundial. Mas, após o holandês conquistar seu primeiro troféu, esperamos ver uma disputa ainda mais acirrada de ambos os pilotos para seguirem escrevendo seus nomes na história do esporte.

3 – Ferrari e McLaren chegando forte

Ferrari e McLaren enfrentaram momentos duros em um passado recente. Acostumadas a brigar por títulos e vitórias, as escuderias tiveram que, por um curto período, se contentar com as posições de meio de pelotão.

Mas, 2021 mostrou que ambas as equipes têm totais condições de almejar grandes feitos, e podem vir a ameaçar Mercedes e Red Bull na luta pelo mundial de construtores.

4 – Temporada com 23 corridas

A temporada de 2022 entrará para a história como o campeonato com o maior número de corridas, que irá de 20 de março a 20 de novembro, tendo o retorno de pistas adoradas pelos fãs, como Melbourne, na Austrália, Suzuka, no Japão, e Montreal, no Canadá.

Além disso, pistas que foram incluídas no calendário ao longo de 2021, como Zandvoort, Jeddah e Imola seguem confirmadas para 2022, enquanto os Estados Unidos receberão mais uma corrida, desta vez em Miami.

5 – Estreia de George Russell na Mercedes

Um dos pilotos mais badalados do atual grid, tido como uma das grandes promessas do automobilismo, George Russell finalmente terá a oportunidade de competir durante toda a temporada com um carro capaz de lhe render pódios e vitórias na F1.

Contudo, com a ascensão de Sergio Pérez na Red Bull, o piloto britânico terá que se adaptar rápido ao carro para ajudar a Mercedes a conquistar, pelo nono ano consecutivo, o mundial de construtores.

6 – Guanyu Zhou dando seus primeiros passos na F1

Com uma temporada regular na Fórmula 2, o piloto chinês chega para ocupar o assento de Antonio Giovinazzi, que se despediu da Alfa Romeo após o término da temporada 2021.

Além de ser o primeiro chinês a guiar em tempo integral um carro de F1, Zhou terá que lidar com o experiente companheiro de equipe Valtteri Bottas, que acumula quase dez anos na categoria, dez vitórias e 67 pódios

7 – Campeões, Vettel e Alonso buscam melhores resultados

Sebastian Vettel e Fernando Alonso viveram momentos de glórias na Fórmula 1. Donos de seis títulos mundiais, o alemão e o espanhol viveram momentos de altos e baixos ao longo de 2021, tendo conquistado pódios e alguns momentos de decepção, mas esperam, com o desenvolvimento dos carros de Aston Martin e Alpine, alcançar grandes feitos em 2022.

8 – Haas busca alcançar restante do pelotão

Depois de anunciar que não iria desenvolver o carro de 2021, a Haas acabou ficando muito distante do restante do grid, amargurando por diversas vezes a última fila do grid. Mas, com todo o dinheiro sendo investido na confecção do modelo que será utilizado neste ano, poderemos ver a equipe norte-americana de volta ao meio do pelotão, assim como em seus primeiros anos na F1.

9 – Williams se recupera em 2021, mas espera alçar voos maiores em 2022 com Albon

Uma das equipes com a maior história na Fórmula 1 sem dúvidas é a Williams. Contudo, nos últimos anos a equipe vem sofrendo com problemas dentro e fora das pistas, que resultaram em uma vertiginosa queda de desempenho.

Mas, no último ano a equipe demonstrou reação, conseguiu alcançar grandes feitos, como o pódio de George Russell no Grande Prêmio da Bélgica e espera poder seguir evoluindo com a chegada de Alexander Albon

10 – Fórmula 2 e F3 terão maior temporada da história

Com diversos pilotos brasileiros, as temporadas da F2 e da F3 prometem trazer muitas emoções na tela do Bandsports. Caminho de acesso para os pilotos que sonham guiar um carro de Fórmula 1 um dia, ambas as categorias terão um número recorde de corridas – sendo 14 da F2 e nove de F3 – acompanhando a F1 em todas as 23 etapas do calendário.