Brasil joga bem, mas cai para França na estreia do Mundial de Handebol

Seleção dá trabalho aos atuais bicampeões, mas acaba derrotada por 24 a 22

A seleção brasileira masculina de handebol encarou logo na estreia do Mundial da Alemanha e da Dinamarca a França, atual bicampeã e maior vencedora da competição. A equipe verde e amarela fez uma grande partida nesta sexta-feira, fez os favoritos franceses suarem, mas acabou derrotada na reta final da partida por 24 a 22, em Berlim, pela primeira rodada do Grupo A.

Com o resultado, o Brasil larga atrás na chave, sem pontuar, ao lado das Coreias do Sul e do Norte, que este ano disputam a competição com uma equipe única. A liderança é da Alemanha e da França, com dois pontos, enquanto Rússia e Sérvia, que empataram em 30 a 30 nesta sexta, aparecem na sequência.

O Brasil mostrou bastante paciência desde o início diante da França. Trocando muitos passes no ataque, tentou reduzir o ritmo do adversário e conseguiu levar a partida em equilíbrio até metade da primeira etapa. O País, no entanto, encarou uma seca de nove minutos sem marcar gols antes do intervalo, o que fez com que fosse para os vestiários perdendo por três gols: 16 a 13.

Na etapa final, o time brasileiro voltou a controlar a posse e contou com as faltas mais violentas dos franceses para reequilibrar a partida. A seleção chegou a ter dois jogadores a mais em quadra e aproveitou para deixar tudo igual, com dez minutos restantes no cronômetro.

Mas nos últimos momentos, pesou a favor da França a maior experiência neste tipo de situação. A equipe europeia acertou a marcação e permitiu que o Brasil fizesse apenas mais um gol nos minutos finais. No ataque, aproveitou alguns espaços dados pela marcação adversária para selar o triunfo.

Toledo terminou como artilheiro do Brasil e da partida, com oito gols marcados. Pelo lado francês, destaque para Dika Mem e Michael Guigou, com seis gols cada.

Em busca de seu sétimo título do Mundial Masculino de Handebol, a França volta à quadra neste sábado contra a Sérvia, novamente em Berlim, mesmo local que receberá o segundo compromisso da seleção brasileira, contra os anfitriões da Alemanha, também no sábado.

OUTROS RESULTADOS - Pelo Grupo B, a Espanha começou bem ao derrotar o Bahrein por 33 a 23, assim como a Croácia, que fez 31 a 27 na Islândia, e a Macedônia, que bateu o Japão por 38 a 29. Na chave C, a Noruega bateu a Tunísia por 34 a 24 e a Áustria fez 29 a 22 na Arábia Saudita. Já pelo Grupo D, a Suécia confirmou o favoritismo contra o Egito por 27 a 24, Angola venceu o Qatar por 24 a 23 e Argentina e Hungria empataram por 25 a 25.

Compartilhar

Ler a notÍcia completa

Deixe seu comentário