Levantador Marcelinho se aposenta do vôlei aos 44 anos

Jogador ficou na seleção brasileira por 11 anos e conquistou muitos prêmios, incluindo a medalha de prata nos Jogos Olímpicos de Pequim-2008

Um dos jogadores com maior destaque no vôlei brasileiro nas últimas décadas, o levantador Marcelinho, aos 44 anos, anunciou nesta quarta-feira, 8, a sua aposentadoria do esporte. Foram 26 anos em quadra como profissional, sendo que em 11 deles vestiu a camisa da seleção brasileira e colecionou conquistas como a medalha de prata nos Jogos Olímpicos de Pequim-2008, na China, e os ouros no Mundial de 2006 e nos Jogos Pan-Americanos de 2007, no Rio de Janeiro.

Por clubes, o levantador passou pelos maiores do Brasil e da Europa - na Itália, Suíça e Grécia. Depois de defender o Corinthians/Guarulhos (SP) na atual edição da Superliga, Marcelinho anunciou a aposentadoria do vôlei.

"Eu já vinha amadurecendo essa decisão nos últimos anos. Olhando a minha carreira, não faltou nada. Tive saúde para jogar em alto nível, sou realizado e muito feliz com tudo o que construí. Esse é o momento certo de parar", afirmou o jogador, que completa 45 anos em novembro.

Sobre o futuro, Marcelinho - que também foi campeão pela seleção da Copa do Mundo, da Copa dos Campeões e da Liga Mundial (cinco vezes) - cogita seguir no vôlei como treinador. Além disso, pensa em trabalhar com a esposa e em montar um projeto para trabalhar com crianças.

"Acho que tenho perfil para treinador. Preciso parar, me organizar, mas é um caminho possível, de preferência no Rio de Janeiro, para ficar perto da minha família. Gostaria de trabalhar com a minha esposa, nas escolas que ela administra, trabalhando com a criançada, e de repente montar um projeto de vôlei. O vôlei me deu tudo, me fez ser quem sou e agora começa uma nova etapa da minha vida", completou.

Compartilhar

Ler a notÍcia completa

Deixe seu comentário