Após polêmica com Sidão, goleiros se unem e pedem respeito

Nomes importantes da posição saem em defesa do goleiro do Vasco: 'O nosso grande segredo é saber cair'

A irônica votação para que o goleiro Sidão, do Vasco, fosse eleito o ‘craque’ do jogo no último domingo, contra o Santos, uniu diversos nomes da posição em busca por respeito.

Um vídeo divulgado nas redes sociais conta com a presença de nomes como Alisson Becker, Rogério Ceni, Cássio, Julio Cesar, Tiago Volpi, Fábio, Marcos e Fernando Prass. Eles falam sobre a importância da posição em longo depoimento.

O caso envolvendo Sidão causou uma cena constrangedora e foi muito criticada. Ele não teve boa atuação na derrota do Vasco por 3 a 0 e recebeu o troféu de melhor em campo na saída do gramado.

Veja abaixo o pronunciamento completo dos goleiros:

Você sabe quem somos? Somos goleiros, com muito orgulho. Desde cedo, aprendemos a voar. O nosso grande segredo é saber cair. Se os jogadores de futebol fossem atores, nós, os goleiros, seríamos os mais versáteis. Fazemos como ninguém os papeis de herói e vilão. Podemos mudar de personagem em um estalar de dedos.

Aliás, só nós usamos as mãos. Mas não assim! É desse jeito que a gente age, sem agressão. Não nascemos para atacar. Afinal, nossa essência sempre foi e será a defesa. É por isso que estamos aqui.

Por falar em mãos, muitas vezes nos aplaudem. Mas quantas vezes nos apontam dedos ofensivos? Dizem que somos os seres mais solitários do futebol, mas podem nos chamar de solidários. Porque treinamos desde a infância, goleiros ajudam goleiros em cada treino, em cada aquecimento. É por isso que estamos aqui para, juntos, pedirmos respeito.

Respeito! Respeito. A gente sabe que pode ficar marcado pela maior das goleadas, mesmo tendo evitado muitas outras. Podemos botar a perder milhões de investimentos. Uma temporada inteira pode escapar por nossas mãos.

Nossa responsabilidade é gigante, mas é com elas que contamos nossa história. Foi através delas que nos apaixonamos por esse ofício. Somos goleiros. Com muito orgulho! Heróis ou vilões, é do jogo. Mas, numa boa, tudo o que a gente pede é respeito. Está dado o recado de quem só quer dar o melhor de si com nossos instrumentos de trabalho. As mãos.

Compartilhar

Ler a notÍcia completa

Deixe seu comentário