Com título da ATP Cup, Djokovic diminui distância para Nadal na ponta do ranking

Retomada da liderança dificilmente será obtida por sérvio após a disputa do Aberto da Austrália

A campanha perfeita na ATP Cup com seis vitórias e nenhuma derrota em jogos de simples, que culminou com a conquista do título da Sérvia na competição entre países disputada na Austrália, colocou Novak Djokovic mais perto da liderança do ranking, atualizado nesta segunda-feira. Com os 660 pontos somados, o número 2 do mundo chegou a 9.720 e diminuiu para 515 a distância para o espanhol Rafael Nadal.

A queda na diferença de pontos se explica pelo fato de Nadal ter conquistado apenas 250 pontos nesta semana, ficando com 10.235, já que perdeu dois de seus seis jogos na ATP Cup - incluindo uma para Djokovic, neste domingo, na série decisiva da competição.

Só que a retomada da liderança dificilmente será obtida por Djokovic após a disputa do Aberto da Austrália, o primeiro Grand Slam da temporada, que começará na próxima segunda-feira em Melbourne, onde defende os 2 mil pontos da conquista do ano passado, batendo Nadal na final.

Para voltar a ser líder do ranking, Djokovic precisa obrigatoriamente ser campeão novamente e o espanhol tem que ser eliminado antes das semifinais. Qualquer outro resultado irá garantir a permanência de Nadal na primeira colocação.

A briga pelo terceiro lugar também esquentou com a atualização nesta segunda-feira. O russo Daniil Medvedev aproveitou as suas quatro vitórias na ATP Cup para ultrapassar o austríaco Dominic Thiem, que venceu apenas uma partida na competição, e assumir a quarta colocação, agora apenas 630 pontos do suíço Roger Federer, que fecha o Top 3.

Entre os brasileiros, o melhor segue sendo o cearense Thiago Monteiro, que ganhou uma colocação e subiu para o 86.º lugar. João Menezes, o segundo do País, caiu um posto e ocupa a 187.ª posição.

FEMININO - Na lista feminina, a australiana Ashleigh Barty segue com larga vantagem na liderança, mesmo caindo nas oitavas de final do Torneio de Brisbane, em seu país natal. Com 7.547 pontos, tem 1.607 a mais que a checa Karolina Pliskova, vencedora da mesma competição neste domingo.

Outra campeã neste final de semana, a norte-americana Serena Williams subiu da 10.ª para a nona colocação com o título em Auckland, na Nova Zelândia. Ela ultrapassou a holandesa Kiki Bertens e se aproximou da checa Petra Kvitova na briga pelo oitavo lugar.

Ainda suspensa provisoriamente por um caso de doping, a brasileira Beatriz Haddad Maia segue como a número 1 do País. Mas nesta segunda-feira caiu duas posições, parando no 122.º lugar. Gabriela Cé é a segunda melhor, no 230.º posto.

Compartilhar

Ler a notÍcia completa

Deixe seu comentário