Klopp: 'Nenhum jogador do Liverpool será obrigado a treinar agora'

Treinador alemão disse que decisão cabe aos atletas e que não haverá nenhuma punição

O técnico Jürgen Klopp afirmou na quarta-feira, 20, primeiro dia de treinos na retomada dos trabalhos no Liverpool, que nenhum jogador será obrigado a voltar às atividades neste momento, em razão da pandemia do novo coronavírus. Os times estão voltando aos treinamentos nesta semana após a flexibilização de algumas regras do isolamento social na Inglaterra.

"Deixei claro que é uma escolha deles. Antes do treino, eu disse: 'vocês estão aqui por livre arbítrio. Geralmente, o jogador assina um contrato e precisa estar aqui quando eu decido. Mas, neste caso, se você não se sente seguro, não precisa estar aqui agora'", declarou o treinador, em entrevista ao canal Sky Sports.

Klopp deu as declarações logo após o primeiro treino da equipe em pouco mais de dois meses. "Não há nenhuma restrição, nenhuma punição, nada. É apenas a decisão deles e vamos respeitar isso 100%", disse o treinador. "Todos estão bem. Nós nunca colocaríamos ninguém em perigo. Sim, nós amamos futebol, sim, este é o nosso trabalho. Mas não é mais importante que nossas vidas ou as vidas das outras pessoas."

O primeiro treino do Liverpool em nove semanas foi diferente, com o elenco sendo dividido em grupos de cinco jogadores. Como vem acontecendo em times brasileiros, não foi permitido tomar banho ou usar o vestiário do clube ao fim da atividade.

O Campeonato Inglês foi paralisado no dia 13 de março em razão da pandemia. Com amplo favoritismo, o líder Liverpool está perto do título, com 82 pontos, e ostenta uma vantagem de 25 sobre o vice-líder Manchester City.

No entanto, ainda não há data certa para o retorno da competição. Autoridades e dirigentes esportivos ainda negociam a volta, provavelmente para meados do mês de junho.

Compartilhar

Ler a notÍcia completa

Deixe seu comentário