Chiellini diz que admira Suárez por mordida na Copa do Mundo de 2014

Jogador disse que admira astúcia do uruguaio, que posteriormente foi suspenso do esporte por 4 meses

O zagueiro italiano Giorgio Chiellini disse em sua autobiografia que admira o atacante uruguaio Luis Suárez por tê-lo mordido durante uma partida da Copa do Mundo de 2014, realizada no Brasil.

Suárez, que escapou de punição no momento do jogo, posteriormente foi suspenso do esporte por quatro meses e nove partidas pelo Uruguai, mas Chiellini afirmou que não guarda mágoas.

"A malícia faz parte do futebol, eu não chamaria isso de ilegítimo. Para superar um rival você precisa ser inteligente", disse o capitão da Juventus em seu livro Io, Giorgio (Eu, Giorgio, em português).

"Eu admiro sua astúcia", acrescentou. "Se ele a perdesse, se tornaria um atacante comum."

Chiellini disse que nada de estranho aconteceu naquele dia. "Eu marquei [Edinson] Cavani durante a maior parte do jogo, outro jogador que é difícil de mercar", disse ele.

"De repente percebi que havia sido mordido no ombro. Apenas aconteceu, mas essa é a estratégia dele no combate mano a mano e, se posso dizer, é a minha também. Eu e ele somos parecidos, e eu gosto de enfrentar atacantes como ele."

A partida estava empatada em 0 a 0 no momento da mordida, mas minutos depois o Uruguai abriu o placar, venceu o jogo por 1 a 0 e a equipe se classificou para as quartas de final, eliminando a Itália da Copa do Mundo no Brasil.

Compartilhar

Ler a notÍcia completa

Deixe seu comentário