Justiça nega liminar para afastar Andrés Sanchez da presidência do Corinthians

Um grupo de oposição, denominado “Frente Liberdade Corinthiana”, pediu o afastamento do dirigente

A Justiça decidiu não conceder liminar para afastar o presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, do cargo. A informação é do repórter João Paulo Cappellanes, da Rádio Bandeirantes.

Momento MasterChef Brasil: nova temporada estreia dia 14/07

O juiz Rubens Pedreiro Lopes abriu um prazo de 15 dias para a parte contrária (Andrés) se manifestar. Além disso, o juiz solicita que a parte autora regularize a documentação do pedido.

Um grupo de oposição do clube, denominado “Frente Liberdade Corinthiana”, pediu o afastamento do dirigente.

De acordo com a oposição, houve desrespeito ao estatuto do clube e gestão temerária.

Compartilhar

Ler a notÍcia completa

Deixe seu comentário