Marinho chora ao falar sobre racismo que sofreu de comentarista

Atacante publicou um vídeo nas suas redes sociais falando sobre o preconceito que sofreu

O atacante Marinho, do Santos, chorou ao se manifestar na tarde desta sexta-feira, 31, sobre o ataque de racismo que recebeu do comentarista Fabio Benedetti da rádio Energia 97 FM.

“Eu dependo a bandeira, porque passo na pele, e quando você passa na pele você sofre (...) A justiça não pune esses caras preconceituosos, vermes”, disse o jogador.

">

Durante a transmissão do jogo entre Santos e Ponte Preta, pelas quartas de final do Campeonato Paulista o atacante foi expulso. O comentarista não mediu as palavras na hora de criticar e disse que falaria “você está na senzala” ao atacante.

Após a repercussão do caso, Fabio publicou em suas redes sociais um vídeo pedindo desculpas ao jogador. “To aqui para pedir as sinceras desculpas pelo comentário infeliz que eu fiz ontem em relação ao Marinho. Quero reforçar que sou e sempre fui contra qualquer tipo de discriminação, lamento e muito pelo ocorrido, não tinha a intenção de ofender ninguém. Essa situação pode servir como aprendizado, então gostaria de pedir desculpas e dizer que estou arrependido”.

Veja Mais 

"Brasil é um país de racista filho da p...", detona Neto após caso Marinho

Domènec Torrent aceita convite e é o novo treinador do Flamengo Da Redação, com Rádio Bandeirantes

Com a expulsão do jogador o Santos perdeu a partida por 3 a 1 e foi eliminado da competição

">

Compartilhar

Ler a notÍcia completa

Deixe seu comentário