Com número limitado, imprensa terá acesso aos estádios na final do Paulistão

Federação Paulista de Futebol solicitou a inclusão de um adendo no protocolo de segurança

Neste domingo, 2, os finalistas do Paulistão serão definidos e para a cobertura da decisão ainda sem data, a Federação Paulista de Futebol ao Comitê de Contingência do Coronavírus do estado de São Paulo que fosse incluída um adendo no protocolo de segurança, para que profissionais da imprensa possam acompanhar as partidas nos estádios. As informações são do Luiz Teixeira, da BandNews FM.

Após a solicitação, a Federação recebeu um aceno positivo do órgão responsável. Com a autorização, ficou liberado o acesso para até 40 pessoas de mídia por partida: 10 radialistas, 10 fotógrafos, 10 profissionais de imprensa escrita, 10 emissoras/sites para captação de imagem em vídeo.

Está autorizado uma pessoa por veículo e todos serão credenciados na zona vermelha do estádio, sendo assim, nenhum deles terão acesso ao gramado. Na chegada, todos será indicado o local em que eles devem ficar.

Nenhum profissional terá acesso à zona de imprensa e não haverá coletiva de imprensa na zona mista. É obrigatório o uso de máscaras e de um kit pessoal com álcool em gel, todos devem ter a temperatura medida.

A autorização inicial vale para os dois jogos das semifinais do Paulistão, entre Corinthians x Mirassol, em Itaquera, e Palmeiras e Ponte Preta, no Allianz Parque, além das finais do Estadual, marcadas para os dias 5 e 8 de agosto.

Existe, ainda, a possibilidade da extensão desse adendo para os jogos do Campeonato Brasileiro, que tem início no dia 9 de agosto.

Compartilhar

Ler a notÍcia completa

Deixe seu comentário