Notícias

Alonso fala sobre relação com Hamilton e diz que “estilo de vida diferente” separa o britânico de outros pilotos da Fórmula 1

Da Redação BandSports 18/11/2021 • 09:51 - Atualizado em 18/11/2021 • 12:17
“Agora temos uma relação de respeito, porém mais fria do que antes", disse o espanhol
“Agora temos uma relação de respeito, porém mais fria do que antes", disse o espanhol
Reprodução/Instagram Fernando Alonso

Fernando Alonso e Lewis Hamilton estão longe de ser os melhores amigos do grid da Fórmula 1. Em 2007, o primeiro contato entre a dupla aconteceu com a chegada do britânico à McLaren para ser parceiro do já bicampeão mundial. Diferentemente do esperado, no entanto, o jovem prodígio não se contentou em ser apenas segundo piloto da escuderia e mostrou personalidade para ir até a última etapa do campeonato brigando com o espanhol e Kimi Raikkonen, então na Ferrari, pelo título mundial, que ficou nas mãos do finlandês.

Atualmente com ambos mais experientes, Alonso, que agora compete pela Alpine, acredita que os atritos em 2007 foram causados mais pela má gestão da equipe de Woking, e garante que ele e Hamilton se entenderam e até ficaram mais próximos depois de alguns anos. 

“Conversávamos em 2008, 2010 e 2011 e estivemos mais perto do que nunca nestes anos, porque entendemos que em 2007 não fomos bem administrados por nossos chefes. Então nós dois éramos jovens e muito competitivos, a conclusão de 2007 foi fácil, nós nos respeitamos e nos entendemos”, revelou ao jornal PA News.

Ao destrinchar sua relação com o heptacampeão mundial da Mercedes, o espanhol admitiu que os diferentes estilos de vida fizeram com que ele se afastasse novamente do britânico.

“Agora temos uma relação de respeito, porém mais fria do que antes. Temos opiniões diferentes sobre várias coisas e Lewis tem um estilo de vida diferente de alguns de nós [pilotos de F1] e isso é o que nos separa”, contou. 

Apesar de não ser tão próximo de Hamilton, Alonso demonstrou admiração pela batalha do piloto da Mercedes contra Max Verstappen, da Red Bull, pelo título mundial da categoria. A três rodadas do fim do campeonato, o holandês lidera a classificação com 332,5 pontos, 14 a mais que o britânico, que soma 318,5.

“É bom para o esporte em geral. Todos gostamos de uma luta real, e não artificial entre dois companheiros de equipe. Em algumas corridas, a Mercedes tem ido bem e em outras a Red Bull, mas a luta vai ser decidida em Abu Dhabi. Assim deveria ser a Fórmula 1”, encerrou

Com ou sem a amizade de Hamilton, Alonso agora parte para o GP do Catar. A partir desta sexta-feira, 19, o Bandsports transmite ao vivo as emoções dos treinos livres e classificatório no Circuito Internacional de Losail. A Band exibe a corrida, no domingo, 21. Arábia Saudita e Abu Dhabi completam o calendário da Fórmula 1.