Notícias

Alonso projeta temporada de 2022 com a Alpine: “Acabou o tempo das desculpas”

Da Redação Bandsports 29/12/2021 • 10:58
Espanhol espera brigar pelas primeiras posições com novo regulamento
Espanhol espera brigar pelas primeiras posições com novo regulamento
Instagram/Alpine

Após dois anos fora da Fórmula 1, Fernando Alonso retornou à Alpine neste ano em busca de um carro competitivo. Aos 40 anos, o experiente pilotos foi distante da briga por vitórias, mas mostrou que não sofreu com a readaptação e conseguiu terminar na décima colocação com 81 pontos.

Além dos resultados, o espanhol se destacou muito ao longo do ano por protagonizar batalhas épicas, como a travada com o heptacampeão mundial Lewis Hamilton no Grande Prêmio da Hungria, sendo fundamental na vitória de seu companheiro de equipe, Esteban Ocon.

Entretanto, passado o tempo necessário para se readaptar e com as grandes mudanças que virão com o regulamento da próxima temporada, Alonso espera poder brigar com as principais equipes do grid pelas primeiras colocações.

“Ninguém sabe o que vai acontecer e ninguém sabe qual é o objetivo. Em um inverno normal, diríamos que precisávamos encontrar oito décimos. Mas não sabemos qual é o novo gap entre as equipes”, disse o espanhol.

“Só há esperança de que vamos chegar lá. Temos as pessoas certas e os recursos necessários. Agora cabe a nós tirarmos algum proveito disso. Acabou o tempo de desculpas”, acrescentou.

Com mais de duas décadas dedicadas ao automobilismo, Alonso conhece os caminhos para chegar ao sucesso com sua equipe, mas fez questão de ressaltar que, apesar dos inúmeros desenvolvimentos realizados em 2021, as melhorias precisam continuar chegando no ano que vem para que o sonho de almejar grandes feitos se torne realidade.

“O novo motor era absolutamente necessário. Mas algo ainda está para sair da aerodinâmica. Caso contrário, não seremos capazes de nos aproximar daqueles que dominam. Nem todos os problemas foram resolvidos ainda, mas estamos no caminho certo. Com minha experiência, tenho uma boa visão de onde estávamos indo bem e quais foram nossos pontos fracos. Posso ajudar a eliminar déficits. Não importa o quão bem nós estamos são como uma equipe. Vamos precisar de um carro rápido. Mas, todo mundo terá que enfrentar essa questão”, afirmou.

“Tenho que me certificar de que estou em forma. Na minha idade, é preciso treinar mais e fazer uma alimentação mais cuidadosa. Vou ficar bem no início da temporada, e se o carro também estiver bem, tenho esperança”, concluiu Alonso.