Notícias

Brasil leva 3 sets a 0 da Rússia e perde invencibilidade no vôlei masculino

Da Redação BandSports 28/07/2021 • 11:56 - Atualizado em 29/07/2021 • 00:17
Atuais campeões olímpicos voltam à quadra contra os EUA
Atuais campeões olímpicos voltam à quadra contra os EUA
Gaspar Nobrega/COB

Após vitórias contra Tunísia e Argentina, o Brasil conheceu nesta quarta-feira, 28, a sua primeira derrota no vôlei masculino dos Jogos de Tóquio-2020. O algoz foi a Rússia, que disputa a Olimpíada como Comitê Olímpico Russo (ROC) por causa de punição após escândalo de doping e levou a melhor no duelo que valeu a liderança do Grupo B. Vitória por 3 sets a 0, com parciais de 25/22, 25/20 e 25/20, em 1h27min de jogo.

Dmitry Volkov infernizou a defesa verde e amarela e foi o maior pontuador da partida, com 19 pontos. Pelo lado brasileiro, Lucão foi o líder, com nove. Apesar do resultado negativo, o time do técnico Renan Dal Zotto está em terceiro na chave, com cinco pontos, ainda na zona de classificação às quartas de final (os quatro primeiros avançam). 

Com Bruno, Wallace, Leal, Maurício Souza, Lucão, Thales e Lucarelli em quadra, o Brasil sofreu com o bloqueio russo no primeiro set. Depois de ver os rivais abrirem 12 a 9, a seleção reagiu e chegou a ter 20 a 18 a favor no placar. A partir de um rali incrível que terminou em ponto de Mikhailov, porém, os europeus retomaram a dianteira e fecharam a parcial com uma pancada de Volkov: 25/22. 

O segundo set começou com vantagem russa e Renan pedindo tempo com um 4 a 1 contra. O jogo do Brasil continuava não encaixando, e o placar ficou em 13 a 7 após Wallace parar no bloqueio e Lucarelli também errar. Depois da entrada de Douglas, os atuais campeões olímpicos chegaram a encostar (14 a 13), mas uma sequência de erros comprometeu a reação. Maurício salvou um set point antes dos europeus fecharem a parcial com Volkov explorando o bloqueio: 25/20. 

Já a terceira parcial foi marcada pelo equilíbrio e disputada ponto a ponto até Lucão bloquear Mikhailov e deixar o Brasil com 11 a 9. A Rússia, no entanto, virou o set com três pontos seguidos e abriu 14 a 12 em ace de Volkov.  Renan pediu tempo com 18 a 14 para o rival, colocou Cachopa e Alan em quadra e um ace de Maurício chegou a dar esperanças (20 a 18). No entanto, os russos controlaram os nervos e fecharam o set em bloqueio após ataque de Leal: 25/20.

Com transmissão ao vivo do Bandsports, o Brasil volta à quadra nesta quinta-feira, 29, às 23h05 (de Brasília), contra os Estados Unidos, vice-líder do Grupo D, com seis pontos. A Rússia, com nove, lidera a chave que tem ainda França (quatro), Argentina (três) e Tunísia (zero). 

  • brasil
  • rússia
  • vôlei
  • bandsports
  • olimpíadas
  • app
  • tóquio 2020