Notícias

Brasil não resiste aos Estados Unidos e fica com a prata

Da Redação Bandsports 08/08/2021 • 03:04 - Atualizado em 08/08/2021 • 03:22
Seleção foi dominada pelas norte-americanas e terminou com o vice-campeonato em Tóquio
Seleção foi dominada pelas norte-americanas e terminou com o vice-campeonato em Tóquio
Wander Roberto/COB

A participação histórica do Brasil nos Jogos Olímpicos de Tóquio terminou com a medalha de prata no vôlei feminino. Neste domingo, 8, a seleção foi dominada pelos Estados Unidos e perdeu por 3 sets a 0, parciais de 25/21, 25/20 e 25/14.

A equipe de Zé Roberto Guimarães sonhava repetir o roteiro de Pequim-2008 e Londres-2012, quando conquistou o ouro olímpico justamente sobre as norte-americanas. Desta vez, a história foi bem diferente. O time entrou nervoso em quadra, teve muitos problemas no passe e não conseguiu impor o ritmo diante das atuais tricampeãs da Liga das Nações, que conquistaram o título olímpico pela primeira vez.

O ritmo intenso das norte-americanas no início do jogo determinou o placar do primeiro set. Com a vantagem de 4 a 0, elas conseguiram forçar o saque e complicaram o passe do Brasil. As falhas na cobertura da seleção também impossibilitaram a reação.

O segundo set começou mais equilibrado, mas as poucos os EUA voltaram a ser dominantes. O erro no ataque de Fê Garay e o bloqueio de Washington na sequência levaram o placar para 18 a 9. Três bons ataques de Gabi deram esperança de virada, mas a ampla vantagem das americanas foi administrada até o fim.

Precisando da vitória a todo custo no terceiro set, o Brasil continuou com uma atuação abaixo do esperado e não conseguiu ameaçar rivais. A defesa dos EUA brilhou mais uma vez e a conquista do ouro inédito veio com o triunfo tranquilo por 25/14.

Com a prata no vôlei feminino, o Brasil encerrou os Jogos de Tóquio com 21 medalhas, o melhor desempenho do país na história da competição. Foram sete ouros, seis pratas e oito bronzes.

  • brasil
  • eua
  • vôlei
  • tóquio-2020
  • esportes
  • olimpíadas
  • app