Notícias

Bronze nos 400m com barreiras, Alison dos Santos exalta “prova mais forte da história”

Da Redação BandSports 03/08/2021 • 02:04 - Atualizado em 03/08/2021 • 02:14
Brasileiro destacou o nível de competitividade da decisão histórica
Brasileiro destacou o nível de competitividade da decisão histórica
Divulgação/Gaspar Nóbrega/COB

A madrugada desta terça-feira, 3 (tarde no Japão), entrou para a história do atletismo, e um brasileiro fez parte disso. Paulista de São Joaquim da Barra, Alison dos Santos foi o primeiro sul-americano a correr abaixo dos 47s nos 400m com barreiras e conquistou a medalha de bronze no Estádio Olímpico de Tóquio.

Com o nome eternizado em Jogos Olímpicos, “Piu”, como é conhecido, reconheceu o feito e destacou a importância do nível de competitividade da decisão em conversa com Elia Junior, do Bandsports, direto de Tóquio. 

Eu falei no dia da semifinal que valeria a pena assistir essa prova. Que seria um show. Uma prova muito bonita. E todos os atletas cumpriram isso. Foi incrível. A mais forte da história. Nós entramos para a história. O Brasil entrou para história. Tem um brasileiro carregando o nome da nossa nação entre os melhores da história dos 400m com barreiras”, comemorou.

A decisão, porém, não foi especial apenas pelos 46s72 do brasileiro de 21 anos, quarta melhor marca da história dos 400m com barreiras. Os dois primeiros colocados, respectivamente, o norueguês Karsten Warholm, com 45s94, e o norte-americano Rai Benjamin, 46s17, agora são os mais rápidos de todos os tempos da prova.

Diante de um nível técnico tão alto, Alison ainda brincou sobre “ter matado os torcedores do coração” durante os momentos de tensão da decisão e já começou a pensar nos próximos ciclos olímpicos.

“A gente tenta... a intenção é essa: testar o coração de todo mundo. Ver como está a saúde. Já tô poupando a consulta médica. 21 ainda. Tem 24 [Paris], 28 [Los Angeles] e talvez 32 [Brisbane]... não prometo nada. Estou feliz com tudo”, encerrou. 

  • alison dos santos
  • piu
  • tóquio
  • jogos olímpicos
  • atletismo
  • app