Notícias

Diretor da Ferrari elogia parceria de Leclerc e Sainz: “Eles se complementam"

Da Redação Bandsports 30/12/2021 • 10:02
Dupla garantiu o terceiro lugar do Mundial de Construtores para a Ferrari
Dupla garantiu o terceiro lugar do Mundial de Construtores para a Ferrari
Instagram/Escuderia Ferrari

Depois de sofrer muito com problemas na pista e internos em 2020 que resultaram no pior resultado dos últimos 40 anos, a Ferrari, em busca de uma reformulação, resolveu dispensar o tetracampeão mundial Sebastian Vettel e apostar em Carlos Sainz, que havia feito uma temporada regular com a McLaren, para fazer dupla com Charles Leclerc.

As mudanças surtiram efeito, e, mesmo com o começo não sendo dos melhores, a escuderia de Maranello conseguiu terminar o mundial de construtores deste ano na terceira colocação, com o espanhol liderando a equipe, somando 164,5 dos 323,5 pontos dos italianos.

Com os dois pilotos andando muito próximos, tendo terminado com apenas 5,5 pontos de diferença entre eles, Laurent Mekies, diretor esportivo da Ferrari, comentou sobre a importância dos feedbacks de ambos, que segundo ele, colaboraram muito para a conquista dos cinco pódios e as duas pole positions em 2021.

"Achamos que é um dos pontos fortes que recebemos agora, não apenas porque eles descrevem o que sentem, mas também porque têm vontade e motivação para voltar e trabalhar conosco para encontrar soluções", disse Mekies após o término da temporada em Abu Dhabi.

"Eles fazem isso de maneiras diferentes, então podemos encaixar as coisas. Eles nem sempre concordam, o que novamente nos dá a chance de ver as coisas de uma perspectiva mais ampla. Acho que a resposta curta é sim, achamos que essa parceria está funcionando bem. Sempre há mais por vir, mas a forma como eles se complementam, Carlos e Charles, são no momento, o melhor para nós”, acrescentou.

Além da parceria nas pistas, Charles Leclerc e Carlos Sainz se tornaram grandes amigos fora delas. Eles já foram vistos praticando juntos futebol, golfe e xadrez, o que na visão de Mekies colabora para que a equipe siga crescendo nos próximos anos.

"O nível de respeito, o nível de desejo de trabalhar juntos, o nível de confiança tanto nos personagens quanto nas habilidades técnicas é enorme. Os dois compartilham a mesma vontade de empurrar o time para a recuperação. Se você olhar na Arábia Saudita, na noite de sexta-feira, não estávamos bem. Não queríamos nos conformar com isso, mas havia apenas aquele espírito, e é a penúltima corrida ou algo assim, apenas aquele espírito, há algo mais. Sabíamos que havia algo mais no carro que não podíamos entender. Então as circunstâncias da corrida eram as circunstâncias da corrida, mas se você olhar para a primeira passagem da corrida antes da primeira bandeira vermelha, Charles estava em um quarto confortável, [Sergio] Perez estava atrás”, afirmou.

"Então, no final das contas, um forte ritmo de corrida saiu disso. Então, acho que, para resumir a história, esses dois, a maneira como trabalham conosco, a maneira como os integramos, a maneira como estão contribuindo é uma vantagem competitiva muito significativa. Não queremos parar por aí. Queremos desenvolver isso, porque pensamos que há mais por vir também. Mas, certamente, é um dos pontos fortes que temos”, concluiu Laurent Mekies.