Notícias

Djokovic diz que “ainda não sabe” se disputará o Aberto da Austrália

Da Redação BandSports 19/10/2021 • 09:54 - Atualizado em 19/10/2021 • 11:14
"Não revelarei se fui vacinado ou não, é um assunto privado", falou o sérvio
"Não revelarei se fui vacinado ou não, é um assunto privado", falou o sérvio
Reprodução/Instagram Novak Djokovic

Maior vencedor do Aberto da Austrália, Novak Djokovic não sabe se estará na próxima edição do torneio. Com a organização do primeiro Grand Slam do ano perto de confirmar a obrigatoriedade dos tenistas estarem vacinados para sua disputa, o atual número 1 do mundo colocou em xeque sua ida ao país da Oceania.

Em entrevista ao diário sérvio Blic, o dono de 20 Grand Slams, sendo nove na Austrália, se mostrou descontente com o protocolo e admitiu que não pretende revelar se está imunizado contra a covid-19. De acordo com ele, o tema é privado. 

“Ainda não sei se irei para Melbourne. Não revelarei se fui vacinado ou não, é um assunto privado. As pessoas vão longe demais hoje em dia para tomar a liberdade de julgar o outro. O que quer que você diga: ‘sim, não, talvez, estou pensando sobre isso', eles vão tirar vantagem”, contou o sérvio. 

Apesar de não saber se estará na cidade de Melbourne entre os dias 17 e 30 de janeiro, período em que acontece o torneio, Djokovic revelou que sente vontade de jogar o seu Grand Slam de “maior sucesso”. Ele também acredita que, mesmo rígidas, as restrições não devem ter muitas mudanças em relação a este ano. 

“É claro que eu quero ir [para a Austrália]. É o meu torneio de Grand Slam de maior sucesso. Quero competir, amo esse esporte e ainda estou motivado”, continuou, antes de encerrar.

“Estou acompanhando a situação e entendo que a decisão final [sobre as restrições relacionadas ao covid] será tomada em duas semanas. Acredito que haverá muitas restrições como este ano, mas não acho que tenha muitas mudanças. Meu empresário, que está em contato com a Federação Australiana de Tênis, me disse que eles estão tentando melhorar a condição para todos, tanto os que foram vacinados quanto os que não foram”, concluiu. 

Antes do Aberto da Austrália, no entanto, o sérvio ainda pode voltar às principais quadras do mundo do tênis. O melhor do mundo confirmou que estará em ação na Copa Davis, ATP Finals e Masters 1000 de Paris, onde defende os pontos de seu título de 2019.