Notícias

Empate duro no futebol, estreia do vôlei e decepção na ginástica e na esgrima: veja o resumo do sábado em Tóquio

Da Redação 24/07/2021 • 11:06 - Atualizado em 24/07/2021 • 13:19
Brasileiras comemoram gol contra a Holanda: jogo equilibrado
Brasileiras comemoram gol contra a Holanda: jogo equilibrado
Sam Robles/CBF

O sábado (24) para os brasileiros em Tóquio teve boas estreias no vôlei – na quadra e na praia – e um empate duro no futebol feminino, diante da principal adversária na primeira fase. Mas também teve decepções na esgrima e na ginástica. E a primeira medalha de ouro saiu para a China, no tiro.

Confira os principais destaques do dia da Olimpíada, que tem cobertura completa e de 24 horas na tela do Bandsports.

Jogo duro

A seleção feminina do Brasil empatou por 3 a 3 com a Holanda em um grande jogo pela segunda rodada. As comandadas de Pia Sundhage ficaram atrás do placar duas vezes e buscaram a virada, mas um golaço de falta impediu a vitória sobre as atuais vice-campeãs do mundo. As duas seleções chegaram a quatro pontos e dividem a ponta do Grupo F, com as holandesas em vantagem pelo saldo de gols.

Hat-trick de novo

A vantagem da Holanda é por causa da goleada de 10 a 3 sobre a Zâmbia na estreia. Naquele jogo, a atacante Barbra Banda fez os três gols da equipe africana. Neste sábado ela repetiu a dose e marcou três vezes de novo, no empate por 4 a 4 com a China.

Primeiras medalhas

A primeira medalha de ouro dos Jogos Olímpicos de Tóquio saiu nesta sexta-feira, no Campo de Tiro Asaka, e foi para a China. Qian Yang venceu a prova de carabina a 10 metros (m) do tiro esportivo. Com 251,8 pontos, a chinesa bateu o recorde olímpico da prova. O pódio foi completado por Anastasiia Galashina, do Comitê Olímpico Russo, e Nina Christen, da Suíça.

A primeira medalha de ouro do Japão saiu no judô, com Naohisa Takato, na categoria até 60 kg.

12 anos x 39 anos

Atleta mais jovem dos Jogos, a síria Hend Zaza, de 12 anos, caiu na estreia no tênis de mesa. Ela foi derrotada pela chinesa naturalizada austríaca Liu Jia, de 39 anos - mais de três vezes mais velha que Zaza.

Ritmo de estreia no vôlei

A seleção masculina de vôlei estreou com vitória na caminhada rumo ao tetracampeonato olímpico. Os comandados de Renan Dal Zotto bateram a Tunísia por 3 sets a 0 na abertura do Grupo B dos Jogos de Tóquio. Apesar do placar, o Brasil demorou a engrenar no jogo. Em outro jogo, deu zebra: a favorita Polônia estreou com derrota por 3 sets a 2 para o Irã.

Vitórias tranquilas na praia sobre a Argentina

Líderes do ranking mundial no vôlei de praia feminino, Ágatha e Duda confirmaram o favoritismo e estrearam com vitória contra as argentinas Ana Gallay e Fernanda Pereyra por 2 sets a 0. Entre os homens, Alison Cerutti e Álvaro Filho não tomaram conhecimento dos argentinos Julian Amado Azaad e Nicolas Capogrosso e venceram por 2 sets a 0.

Handebol leva virada

A estreia do handebol brasileiro em Tóquio não foi das melhores. A seleção masculina não conseguiu suportar a forte Noruega e saiu derrotada por 27 a 24, no Ginásio Yoyogi, localizado na capital nipônica.

Eliminação precoce na esgrima

O sonho da medalha olímpica acabou para Nathalie Moellhausen em Tóquio-2020 logo na estreia. Cotada entre as favoritas para subir ao pódio na esgrima, a atual campeã mundial foi derrotada na prorrogação para a italiana Rossella Fiamingo.

Surpresa na ginástica

Candidatos ao ouro na barra fixa, o brasileiro Arthur Nory e o astro japonês Kohei Uchimura não se classificaram para a final do aparelho. Uchimura, dono de sete medalhas olímpicas e 21 em mundiais, sofreu uma queda durante a apresentação e deu adeus às chances de classificação. O Brasil se garantiu em quatro finais: Arthur Zanetti, nas argolas; Caio Souza, no salto e individual geral; e Diogo Soares, também no individual geral.

Judô cai nas oitavas

Os brasileiros Eric Takabatake Gabriela Chibana caíram nas oitavas de final no primeiro dia de judô no tatame do lendário BUdokan. Na categoria até 60 kg, Takabatake venceu o primeiro duelo contra Soukphaxay Sithisane, de Laos, mas caiu na luta seguinte contra o sul-coreano Kim Won-Jin. Já Na categoria até 48 kg, Chibana venceu Harriet Bonface, do Malawi, com um ippon em 14 segundos de luta. Na sequência a brasileira não foi páreo diante de Distria Krasniqi, de Kosovo, número 1 do mundo.

Tênis

A dupla de brasileiras formada por Luisa Stefani e Laura Pigossi estreou com vitória sobre as canadenses Gabriela Dabrowski e Sharon Fichman por 2 sets a 0. Na chave de simples, Thiago Monteiro perdeu por 2 sets a 0 para o alemão Jan-Lennard Struff, número 48 do mundo. Em uma batalha épica de 3h23, João Menezes levou a virada do croata Marin Cilic, ex-top 3 do ranking mundial. Já nas duplas, Marcelo Melo e Marcelo Demoliner foram eliminados pelos croatas Nikola Mektic e Mate Pavic, cabeças de chave número 1.

O número 1 do mundo, Novak Djokovic, venceu facilmente o boliviano Hugo Dellien com um duplo 6/2.

Natação

No primeiro dia de competições na piscina, brasileiro Felipe Lima bateu seu próprio recorde e avançou às semifinais dos 100m peito. Já o estreante não conseguiu a Caio Pumputis. O Brasil também ficou fora da final dos 4x100 livre feminino. Guilherme Costa também não conquistou a vaga na final dos 400m livre.

  • olimpíadas
  • tóquio2020
  • app