Notícias

F1: Alain Prost deixa cargo de consultor da Alpine

Da Redação Bandsports 17/01/2022 • 18:09
Tetracampeão mundial ocupava o cargo desde 2019
Tetracampeão mundial ocupava o cargo desde 2019
Divulgação/Site F1.com

Em meio a uma reformulação interna com a mudança de gestão depois de resultados pouco convincentes nos últimos anos, a Alpine anunciou nesta segunda-feira, 17, a saída de Alain Prost, que trabalhava desde 2019 como consultor da escuderia francesa.

Contratado formalmente para trabalhar nos bastidores da F1 em julho de 2019 depois de deixar a Renault na Fórmula E, o tetracampeão mundial – que correu pela equipe entre 1981 e 1983 – tinha contrato apenas até o final do ano. O vínculo não foi renovado para a temporada de 2022 por vontade do ex-piloto.

Além de Prost, o CEO da equipe Laurent Rossi já havia informado a saída do diretor-executivo Marcin Budkowski na última semana, podendo abrir espaço para a chegada de Otmar Szafnauer, que foi desligado da Aston Martin há 12 dias.

Rossi assumiu o cargo em 2020 e vem trabalhando em uma série de mudanças, que começaram com a demissão do ex-chefe de equipe Cyril Abiteboul, visando colocar a escuderia francesa na briga por vitórias em até 100 corridas, cerca de cinco temporadas.

Contudo, apesar do triunfo de Esteban Ocon no Grande Prêmio da Hungria de 2021, a equipe passou longe de atingir a meta no primeiro ano. Ao longo de 22 corridas, os franceses acumularam 155 pontos, terminando na quinta colocação no mundial de construtores.

Enquanto procura alguém para substituir Budkowski, Laurent irá acumular funções dentro da hierarquia da equipe, mas informações preliminares dão conta de que um acerto entre Szafnauer e Alpine está próximo de sair do papel.