Notícias

F1: Alpine confia em contrato e conta com Piastri em 2023

Da Redação Bandsports 03/08/2022 • 10:52
Futuro de Oscar Piastri virou polêmica no início das férias da Fórmula 1
Futuro de Oscar Piastri virou polêmica no início das férias da Fórmula 1
Instagram/Oscar Piastri

A polêmica envolvendo o futuro de Oscar Piastri continua movimentando o início das férias da Fórmula 1. Após anunciar que ele seria o novo titular em 2023, a Alpine viu o piloto desmentir a informação horas depois. A equipe francesa, no entanto, reiterou que confia na situação contratual para contar o jovem de 21 anos.

Atual reserva da Alpine, Piastri foi enfático ao revelar que a escuderia anunciou o acordo sem seu consentimento e garantiu que não correrá pelo time em 2023. Especula-se que esse posicionamento se deve ao fato de que ele teria um pré-contato com a McLaren para substituir o compatriota Daniel Ricciardo.

O contrato de longo prazo de Piastri com a Alpine previa que a equipe precisava garantir uma vaga como titular em 2023 até uma determinada data. A chave da questão é justamente se essa data já teria expirado. Acredita-se que o vínculo era válido até 31 de julho, quando o time francês ainda contava com a renovação de Fernando Alonso.

A confusão começou quando o experiente piloto espanhol surpreendeu ao anunciar o acerto com a Aston Martin no dia 1º de agosto, data em que o contrato de Piastri já teria expirado. Entende-se que o staff do australiano apostava na renovação de Alonso e por isso tentou viabilizar o assento na McLaren, mas a Alpine está convencida de que está agindo nas bases legais do contrato ao efetivar Piastri.

O imbróglio pode ser decidido judicialmente no Painel de Reconhecimentos Contratuais da F1, onde advogados independentes checam os contratos e avaliam quem detém os direitos sobre os pilotos.