Notícias

F1: Coulthard diz que Verstappen "entrou na cabeça" de Hamilton

Da Redação Bandsports 31/12/2021 • 11:14
Holandês superou o heptacampeão em batalha épica na temporada 2021
Holandês superou o heptacampeão em batalha épica na temporada 2021
Instagram/Max Verstappen

Disputar um título de Fórmula 1 vai muito além de apenas vencer seu adversário nas pistas. É de extrema importância manter o lado mental aperfeiçoado e, se possível, ainda tentar desestabilizar seu oponente para poder se tornar um campeão mundial.

Com diversas histórias já contadas na categoria, em 2021 foi a vez de Max Verstappen e Lewis Hamilton travarem uma verdadeira batalha, que só terminou na última volta da corrida final. Para o ex-piloto escocês David Coulthard – que teve passagens por Williams, McLaren e Red Bull – o holandês conseguiu desestabilizar o heptacampeão mundial, algo que foi primordial na conquista de seu primeiro título.

"Ele (Max) tem uma personalidade incrivelmente forte e é um atleta impressionante. Ele é ótimo e polêmico ao mesmo tempo. Conhecemos pelo menos alguém que combine essas duas qualidades? Talvez Ayrton Senna ou Michael Schumacher. Poucos conseguem fazer isso", disse o ex-piloto que conquistou 13 vitórias e 62 pódios.

“Lewis ganhou um número incrível de títulos e o fez de forma justa. Em praticamente nenhum deles ele teve grandes problemas. Dado o poder de Mercedes e Lewis, Max realmente precisava inventar algo especial. E acho que ele pensou: 'Mesmo com a porta só um pouco aberta, vou sempre atacar”, acrescentou.

Coulthard salientou que Hamilton não soube lidar com esta pressão mental, afetando seu desempenho nas pistas e comprometendo suas chances de superar o piloto da Red Bull.

"Por esse pensamento, Lewis foi forçado a abrir mais a porta cada vez que o via (Max) se aproximando por trás dele. Tudo isso permitiu que Max influenciasse Lewis psicologicamente. Ele conseguiu entrar em sua cabeça", argumentou o vice-campeão de 2001 com a McLaren.

“O Max não tem medo de ninguém, ele simplesmente não conhece esse tipo de emoção quando está na pista. E isso é o que mais me impressiona nele. Ele sempre encontra um espaço livre e ataca qualquer espaço sem hesitação. Quando eu corria, sempre me perguntei se devia arriscar ou não. Max atua de uma forma muito diferente, o que o diferencia de todos os pilotos”, concluiu o ex-piloto de Fórmula 1.