Notícias

F1: Horner, chefe da RBR, diz que se diverte com nervosismo de Toto Wolff, da Mercedes

Da Redação BandSports 01/10/2021 • 10:55 - Atualizado em 01/10/2021 • 16:11
"Quanto mais Toto fica nervoso, mais divertido fica”, brincou o dirigente da Red Bull
"Quanto mais Toto fica nervoso, mais divertido fica”, brincou o dirigente da Red Bull
Reprodução/Instagram Christian Horner

A emocionante batalha entre Red Bull e Mercedes pelo campeonato mundial de Fórmula 1 não fica restrita apenas aos seus respectivos pilotos Max Verstappen e Lewis Hamilton. Em mais um capítulo desta rivalidade, o chefe da RBR, Christian Horner admitiu que sente um gosto especial quando vê o nervosismo de Toto Wolff, que comanda a escuderia alemã.

Em 15 etapas disputadas na temporada, a equipe de Horner triunfou em oito oportunidades, sendo sete com Verstappen e uma com o mexicano Sergio Pérez. Por outro lado, Wolff viu apenas cinco vitórias de seu time, todas sob responsabilidade de Hamilton. 

“Estou adorando a disputa, e quanto mais Toto fica nervoso, mais divertido fica”, brincou em entrevista à emissora britânica Channel 4.

A felicidade do mandachuva da RBR em ver as reações do rival não é por acaso. Depois de emplacar uma série de quatro títulos entre 2009 e 2013, ele viu o início da era híbrida e o domínio da Mercedes na categoria. Desde 2014, apenas a equipe alemã triunfou tanto entre pilotos – uma vez com Nico Rosberg e seis com Hamilton – quanto construtores. 

”É a primeira vez que a Mercedes e Toto Wolff estão em uma situação em que estão sendo desafiados. A situação é que ele [Toto] entrou para a equipe e os pilotos já estavam contratados, o motor já estava no lugar. Ele fez um ótimo trabalho para manter a equipe vencendo, mas ele não teve nenhuma disputa. E essa é a primeira vez que há uma verdadeira disputa, uma verdadeira competição”, continuou.

Embora tenha seguido sua fala destacando o respeito entre os times, Horner aproveitou para apontar as diferenças em seu trabalho para o de Wolff.

“Há respeito entre as equipes, mas atuamos de maneiras diferentes. Quero muito estar na linha de frente, sentado no pit-wall com os estrategistas e os engenheiros, enquanto Toto está na garagem ao lado do assessor de imprensa. São funções diferentes, papéis diferentes, visões diferentes, mas a competição é acirrada. Esse é o ponto-chave deste campeonato”, contou.

Mesmo com as diferenças no comportamento dos dirigentes, as equipes prometem travar uma batalha emocionante até a última volta da temporada. No momento, a Mercedes tem a liderança da classificação de pilotos e construtores.

Na tabela individual, Lewis Hamilton tem 246,5 pontos, dois a mais que Verstappen, que tem 244,6. Já entre escuderias, a diferença é maior. A Mercedes aparece com 397,5, 33 a mais que a RBR, que se encontra com 364,5.

Para definir o campeão de 2021, a F1 parte para mais sete provas – Turquia, Estados Unidos, México, Brasil, Catar, Arabia Saudita e Abu Dhabi. Com anos de experiência na categoria, Horner valorizou a importância de cada corrida.

“As próximas 12 semanas vão determinar se vamos conquistar o título ou não. Teremos etapas decisivas para entregarmos nosso melhor. Dá para derrotar a Mercedes, mas só podemos ter sucesso se fizermos o nosso melhor”, encerrou. 

A etapa da Turquia será entre os dias 8 e 10 de outubro. O Bandsports exibe ao vivo os treinos livres e classificatório realizados no circuito de Istambul. A Band mostra a corrida.