Notícias

F1: Horner diz que Verstappen venceria Hamilton em condições iguais

Da Redação Bandsports 12/01/2022 • 17:52
"Nada é impossível com Verstappen", destacou o chefe da Red Bull
"Nada é impossível com Verstappen", destacou o chefe da Red Bull
Divulgação/Site F1.com

A disputa entre Max Verstappen e Lewis Hamilton na temporada de 2021 segue dando o que falar no paddock da Fórmula 1. Após o piloto da Red Bull ultrapassar Lewis Hamilton na última volta do Grande Prêmio de Abu Dhabi e conquistar seu primeiro título mundial, muitos começaram a discutir sobre quem seria o melhor piloto do atual grid da categoria.

Apesar da intensa batalha envolvendo o holandês e o britânico, que se estendeu ao longo de todo o campeonato, Christian Horner, chefe da RBR, afirmou não ter dúvidas de que, no mesmo carro, Max superaria o heptacampeão, salientando que o RB16B era inferior ao W12 da Mercedes.

"O que Lewis alcançou não deve ser ignorado. Ele é um dos maiores nomes da história e estatisticamente um dos pilotos mais bem sucedidos, mas se ele e Max e estivessem com o mesmo carro, não haveria dúvidas sobre o resultado", afirmou Horner em entrevista ao veículo britânico The Times.

"Nada é impossível com Verstappen. Em Jeddah, nunca pensamos que poderíamos ser competitivos e, no entanto, fomos muito bons. E isso se deve em grande parte a ele, que não recebe elogios suficientes pela maneira como guia”, acrescentou Christian.

Horner fez questão de ressaltar a diferença entre Verstappen e seus companheiros (Ricciardo, Gasly, Albon e Pérez) em relação aos de Hamilton (Rosberg e Bottas), destacando que, enquanto o holandês conseguia tirar tudo do carro e abrir uma larga vantagem em comparação com os demais de sua equipe, o britânico tinha apenas uma pequena diferença sobre os outros pilotos da Mercedes.

"Geralmente há uma pequena diferença entre Valtteri [Bottas] e Lewis, e era o mesmo quando Nico [Rosberg] dividia os boxes com ele. Em 2021, Max tirou tudo do RB16B. A Mercedes melhorou após a pausa de agosto e Max nos manteve na luta pelo campeonato", disse o chefe da Red Bull.

"Ele apresentou um desempenho fenomenal. Acho que muitas pessoas subestimam o que ele conseguiu em um carro mais fraco que o do rival", concluiu Christian Horner.