Notícias

F1: Red Bull analisa possibilidades para reduzir peso do RB18

Da Redação Bandsports 14/05/2022 • 10:56
Escuderia busca atualizações para manter carro competitivo em 2022
Escuderia busca atualizações para manter carro competitivo em 2022
Divulgação/Site F1.com

Apesar de ter se recuperado na temporada da Fórmula 1 com Max Verstappen conquistando duas vitórias consecutivas em Ímola e Miami, a Red Bull já trabalha em atualizações para deixar o RB18 cada vez mais competitivo.

Christian Horner, chefe da equipe, salientou que o foco da escuderia de Milton Keynes neste primeiro momento está na redução de peso do carro, para que ele possa se equiparar ao F1-75, da Ferrari, que ao que tudo indica, será seu principal concorrente na luta pelo título.

“Você viu em Ímola a rapidez com que as coisas podem se mover e acho que temos algumas corridas interessantes chegando. O carro está funcionando bem. Temos alguns desenvolvimentos que esperamos que no final do verão também ajudem. Precisamos economizar um pouco de peso”, afirmou Horner.

“Você sempre pode melhorar em todos os lugares”, acrescentou. “Precisamos melhorar nas curvas lentas, precisamos perder alguns quilos do carro. O grau do pneu é então o resultado do peso, então são todos esses pequenos ganhos incrementais que você está sempre perseguindo.”

Na segunda colocação no mundial de construtores, a Red Bull poderia estar liderando o campeonato, se não fossem os dois abandonos do atual campeão e um de Sergio Pérez. Contudo, apesar de não poder garantir que os problemas da unidade de potência acabaram, Christian está confiante de que a equipe irá encontrar uma solução definitiva em breve.

“Não acho que o carro seja particularmente frágil – apenas acredito que houve coisas mesquinhas que você normalmente vê nos testes de pré-temporada e que só apareceram agora”, explicou o chefe da RBR.

“Isso é frustrante, mas estamos trabalhando em estreita colaboração com a HRC [Honda Racing Corporation] e eles estão nos dando um grande apoio, e vamos resolver essas coisas”, continuou.

Com a competição cada vez mais acirrada, Horner, que já está pensando no Grande Prêmio da Espanha, projetou a corrida em Barcelona e destacou o favoritismo da Ferrari no circuito: “Tem sido difícil [começo de temporada]. Barcelona é um desafio totalmente novo, curvas de alta velocidade, e sabemos que a Ferrari é forte nesses layouts.”

A Fórmula 1 volta à tela do Bandsports com o GP da Espanha entre os dias 20 e 22 deste mês. O canal mostra os treinos livres e a classificação ao vivo.