Notícias

F1: Ricciardo vê disputa divertida com Sainz nos EUA e minimiza crítica do rival

Da Redação BandSports 25/10/2021 • 12:53 - Atualizado em 25/10/2021 • 13:12
Australiano levou a melhor em disputa contra rival da Ferrari no Circuito das Américas
Australiano levou a melhor em disputa contra rival da Ferrari no Circuito das Américas
Reprodução/Twitter McLaren

A briga entre McLaren e Ferrari pelo terceiro lugar do mundial de construtores ficou marcada por uma intensa troca de posições entre seus respectivos pilotos Daniel Ricciardo e Carlos Sainz no Grande Prêmio dos Estados Unidos de Fórmula 1. 

Logo na primeira volta da corrida no Circuito das Américas, o australiano e seu companheiro de equipe, Lando Norris, pressionaram o rival espanhol e Ricciardo conseguiu levar a melhor para assumir a quinta posição, na qual completou a prova.

Para o piloto da McLaren, as disputas com Sainz compensaram alguns momentos monótonos das 56 voltas percorridas no autódromo da cidade de Austin.

"Às vezes era, digamos, uma corrida padrão ou algo assim, mas em outras partes era interessante. A primeira volta foi muito divertida. Acho que peguei o Carlos na largada, depois ele me pegou de volta com uma boa jogada no giro seis para sete. E então eu recuperei na curva 17, acho que por dentro. Foram três tipos de mudanças de posição, mas isso foi fundamental para eu conseguir um top 5 hoje", comentou.

Apesar de ter superado o espanhol, que foi o sétimo piloto a receber a bandeira quadriculada, Ricciardo não conseguiu fazer frente a Charles Leclerc. O monegasco da Ferrari mostrou bom ritmo durante toda a corrida e terminou com a quarta colocação. Companheiro do australiano no time de Woking, Norris levou a pior entre o quarteto e foi o oitavo colocado. 

"Charles mostrou que a Ferrari era mais rápida, não conseguimos igualar esse ritmo hoje. Então, obviamente, isso é algo que temos que tentar ajustar. Mas vencer um deles foi bastante gratificante", destacou o australiano, que já conquistou uma vitória nesta temporada, em Monza. 

"E [Sainz] fez um bom ataque mais tarde na corrida, fomos lado a lado, as rodas bateram um pouco. Foi muito divertido, e necessário segurar com tudo que eu poderia. Obviamente, você não tenta encostar em alguém propositalmente, mas claro que acaba acontecendo. E quando você está do lado de fora, acaba ficando um pouco mais exposto. Então, nada foi proposital, mas acho que é o risco que ele correu ao tentar por lá”, continuou.

Durante as disputas e os inevitáveis toques entre Ricciardo e Sainz, o espanhol chegou a afirmar, por meio da comunicação de rádio com sua equipe, que o australiano estava fazendo um “jogo sujo”. O piloto da McLaren, contudo, não demonstrou muita preocupação com as palavras do concorrente.. 

"Isso é legal. Estou feliz por estar 'sujo'. Sou um cara legal, então está tudo bem ser assim às vezes!", encerrou.

Com 254 pontos, 3,5 a mais que a Ferrari, que tem 250,5, a McLaren ocupa a terceira colocação do mundial de construtores. Para aumentar a vantagem de sua equipe, Ricciardo volta à ação no GP do México, entre os dias 5 e 7 de novembro. Os treinos livres e classificatório da etapa contam com cobertura completa do Bandsports. A Band mostra a corrida, no domingo.

Veja a disputa na primeira volta do GP dos Estados Unidos: