Notícias

F1: Wolff descarta “dança das cadeiras” entre Bottas e Russell

Da Redação BandSports 08/05/2021 • 10:18 - Atualizado em 08/05/2021 • 10:19
"Não, nenhuma mudança é esperada”, disse Wolff sobre Bottas
"Não, nenhuma mudança é esperada”, disse Wolff sobre Bottas
Reprodução/Instagram Mercedes

A etapa da Espanha do Mundial de Fórmula 1 começou agitada. Na quinta-feira, 6, Valtteri Bottas, da Mercedes, movimentou os bastidores da categoria ao ser indagado sobre os rumores de uma possível substituição por George Russell, da Williams. Com a polêmica rondando o paddock, Toto Wolff, chefe da escuderia alemã, tratou de colocar panos quentes na situação, e descartou uma “dança das cadeiras”.

Ao ser questionado se o finlandês seguiria ao lado de Lewis Hamilton até o fim da temporada, o mandachuva foi direto na resposta e aproveitou para dar uma alfinetada na Red Bull, sua principal rival no campeonato.

“A menos que ele fique gripado e não possa pilotar, ele vai estar naquele carro. Não vejo razão para mudar. Esses caras [apontando para a Red Bull] gostam de jogar, como se diz? A dança das cadeiras. Então não, nenhuma mudança é esperada”, disse Wolff.

Embora o dirigente descarte a substituição de imediato, o nome de Russell é cogitado na equipe alemã há um certo tempo. Na última temporada, o britânico assumiu o lugar de Hamilton, que testou positivo para a covid-19, durante o GP de Sakhir. Na oportunidade, o jovem liderou grande parte da corrida, mas sofreu com problemas no carro e terminou a disputa em nono lugar.  

Na quinta-feira, Bottas já havia cutucado a concorrente, que trocou de pilotos durante a temporada duas vezes nos últimos seis anos. Em 2016, antes da quinta corrida do mundial, Max Verstappen assumiu o posto de Daniil Kvyat na equipe. A ação se repetiu em 2019, Pierre Gasly deixou a escuderia para a entrada de Alexander Albon. Ambas as trocas foram feitas com a antiga Toro Rosso, hoje AlphaTauri.

Antes do encerramento da entrevista coletiva, Wolff ainda foi perguntado sobre a diferença de filosofia que as duas equipes utilizam com os pilotos. A resposta foi um tanto quanto incomum.  

“Se você está infeliz com sua mulher, começar a procurar outras não vai melhorar seu relacionamento. Eu tento melhorar o relacionamento com meu piloto e, assim, conseguir o melhor resultado, antes de começar a flertar com outros”, finalizou.  

  • wolff
  • bottas
  • app
  • automobilismo
  • russell
  • mercedes
  • red bull