Notícias

F1: Wolff pede regulamento claro e diz que Hamilton tem "feridas profundas"

Da Redação Bandsports 21/01/2022 • 04:08 - Atualizado em 21/01/2022 • 15:27
Inglês segue sem se pronunciar após polêmica no desfecho da temporada
Inglês segue sem se pronunciar após polêmica no desfecho da temporada
Instagram/Mercedes

As feridas causadas pelo polêmico fim da temporada 2021 da Fórmula 1 parecem estar longe de serem curadas. Enquanto Lewis Hamilton continua sem se pronunciar desde o Grande Prêmio de Abu Dhabi e muitos se questionam se o heptacampeão vai retornar à categoria este ano, é Toto Wolff, chefe da Mercedes, quem tem dado o tom da insatisfação e do sentimento que tomaram conta da equipe e de seu piloto desde então. 

Em entrevista à revista alemã Auto Motor und Sport, Toto voltou a comentar sobre o caso e disse que as “feridas sofridas em Yas Marina são extremamente profundas”, ainda mais pelo fato de o diretor de prova ter colocado a corrida em segundo plano.

"Acho que nunca vamos superar isso, especialmente Lewis como piloto. Quando quebramos o princípio fundamental da justiça e o cronômetro não é mais relevante, é quando você duvida desse esporte. Quando todo o seu trabalho, sangue, suor e lágrimas podem ser tirados de você", afirmou ele.

Toto ainda destacou que Hamilton fez questão de parabenizar Max Verstappen pessoalmente pelo título e na entrevista logo após o término da corrida, único momento até hoje que ele fez algum tipo de comentário público sobre a prova. 

"A capacidade de resistência de Lewis é muitas vezes questionada erroneamente. Mesmo depois de Abu Dhabi, ele imediatamente elogiou Max. Lewis só quer uma coisa: uma competição justa na pista”, afirmou o chefe da equipe.

Wolff ainda salientou a necessidade de o regulamento estar claro para todos antes da primeira corrida e que, em nenhum momento, o entretenimento deve prevalecer sobre o livro de regras da F1.

"Em um esporte que deveria ser um esporte, não podemos brincar assim com as regras. Antes do início da nova temporada, precisa haver clareza nas regras para que cada piloto, equipe e fãs saibam o que é permitido e o que não é permitido. Nenhuma decisão deve quebrar as regras para o bem do show”, afirmou.

Toto ainda comentou que vai se encontrar com Hamilton em fevereiro, antes do lançamento do W13, que será apresentado ao público no dia 18 de fevereiro.

Com cobertura completa do Bandsports, a nova temporada da Fórmula 1 terá início a partir do dia 18 de março, quando começam as atividades para o Grande Prêmio do Bahrein, primeira prova do calendário.