Notícias

Federer: “O pior ficou para trás. Quando volta de lesão, você fica melhor a cada dia”

Da Redação BandSports 20/09/2021 • 13:58 - Atualizado em 20/09/2021 • 14:21
Suíço passou por mais uma cirurgia no joelho e não entra em quadra desde Wimbledon
Suíço passou por mais uma cirurgia no joelho e não entra em quadra desde Wimbledon
Reprodução/Instagram Roger Federer

Longe das quadras desde Wimbledon, Roger Federer vive momento complicado em sua vitoriosa carreira no esporte. Aos 40 anos, o ídolo suíço recentemente passou pela terceira cirurgia no joelho direito no intervalo de apenas um ano e meio e teve de ouvir rumores novamente sobre o possível fim de sua trajetória no tênis profissional. 

Em uma mensagem de alívio para os torcedores, no entanto, o vencedor de 20 Grand Slams demonstrou que a recuperação da cirurgia está sendo promissora.

“O pior já ficou para trás. Estou com muita vontade de que chegue tudo o que está para acontecer. Quando se volta de uma lesão, você se sente melhor a cada dia. É um momento emocionante”, contou em entrevista ao canal suíço SRF. 

Apesar da boa recuperação, Federer sabe que precisará de paciência antes de voltar à ação. Em uma projeção do próximo ano, ele espera voltar ao circuito em alto nível para disputar a Laver Cup de 2022, programada para setembro, em Londres. 

“Será um desafio voltar ao circuito. Quero voltar aos treinos físicos e à quadra o quanto antes, mas isso ainda requer um pouco de paciência. Quando começar com tudo isso de novo, vão ser dias muito duros”, concluiu. 

Maior vencedor de Grand Slams ao lado de Rafael Nadal e Novak Djokovic,  todos com 20 títulos, Federer é o integrante mais velho do Big 3. Em uma luta contra as lesões, o suíço atualmente ocupa a nona colocação do ranking da ATP e não vence um Major desde o Aberto da Austrália de 2018.